Padrão GS1 de identificação de produtos é garantia de acerto

Motivadas pela Black Friday, empresas de vários segmentos esperam bons resultados em vendas no fim do mês. Esse objetivo pode ser atingido com mais precisão se um padrão de identificação de produtos servir de referência para que consumidores não se enganem em relação ao produto que procuram.

Nas compras online, principalmente, a identificação de produtos com a numeração que acompanha o código de barras no padrão GS1 – o Global Trade Item Number (GTIN) – garante que o item escolhido pelo comprador será entregue e não um produto similar a ele. O GTIN é um aliado não somente dos consumidores, mas também das empresas, já que é atribuído pela Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil e definido na embalagem dos produtos pelos fabricantes.

Essa numeração identifica aquele item nos sistemas de toda a cadeia de abastecimento até a chegada do item ao consumidor final. “O GTIN faz com que um item tenha uma identificação única, como se fosse um RG, e é reconhecido e validado nos sistemas de automação no mundo todo”, explica João Carlos de Oliveira, presidente da Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil, entidade responsável por essa padronização.

No varejo online, sistemas de marketplaces que já usam inteligência artificial reconhecem o GTIN como referência para a logística. Esse código é referência básica de itens para transações em canais online como Alibaba, Google Shopping, eBay e Amazon, além do grupo Via Varejo, que opera no e-commerce as bandeiras Extra, Casas Bahia, Ponto Frio e Cdiscount. Esses portais tornaram obrigatória a informação do GTIN em todos os produtos anunciados.

No varejo online, sistemas de marketplaces que já usam inteligência artificial reconhecem o GTIN como referência para a logística. Esse código é referência básica de itens para transações em canais online como Alibaba, Google Shopping, eBay e Amazon, além do grupo Via Varejo, que opera no e-commerce as bandeiras Extra, Casas Bahia, Ponto Frio e Cdiscount. Esses portais tornaram obrigatória a informação do GTIN em todos os produtos anunciados. Fonte e mais informações em (https://www.gs1br.org).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap