5 tendências de tecnologia na educação para 2021

Luiz Alexandre Castanha (*)

O sistema educacional não é mais sinônimo de configuração de sala de aula tradicional e os alunos agora estão aproveitando as plataformas e ferramentas edtech para aprender no ritmo desejado.

De acordo com um relatório da KPMG e do Google, o mercado edtech deve atender a 9,6 milhões de usuários e ter uma participação de mercado de 1,96 bilhão de dólares até 2021. Que tal conhecer as principais tendências que impulsionarão a educação em 2021?

  1. Realidade virtual e aumentada – A inteligência artificial transformou o setor de educação por meio da automação de recursos de aprendizagem como aulas online, avaliações, acompanhamento de tarefas de casa e muito mais. Alunos e professores podem se beneficiar dessa inovação.

As realidades virtual e aumentada não só permitem que os professores captem a atenção dos alunos, mas também os ajuda a ensinar de uma forma mais envolvente e produtiva, o que simplifica o processo de explicação do conceito. Isso, por sua vez, torna o processo de ensino-aprendizagem mais interativo e envolvente.

  1. Salas de aula virtuais – As palestras online habilitadas para salas de aula virtuais estão ganhando popularidade ao capacitar os alunos a aprender de qualquer parte do mundo e escolher a instituição educacional de sua escolha.

Além de criar um ambiente de aprendizado real, semelhante ao de uma sala de aula, em casa, também capacita os professores a controlar e gerenciar as operações acadêmicas no conforto de suas casas. O monitoramento de alunos habilitado por inteligência artificial, rastreamento de frequência e fiscalização de exames tornaram o aprendizado virtual transparente para todas as partes interessadas.

  1. Aprendizagem personalizada e adaptativa – O aprendizado personalizado é a chave para a educação do século 21. As plataformas de aprendizagem online oferecem um ambiente de aprendizagem flexível, capacitando os alunos a aprenderem em seu próprio ritmo e também ajudando os educadores a tornar a aprendizagem mais envolvente e colaborativa, aproveitando as ferramentas digitais.

A aprendizagem adaptativa fornece material de estudo com base na proficiência do aluno e em seu nível de conhecimento. Com a ajuda de testes adaptativos, os professores podem descobrir os desafios que cada aluno enfrenta e podem trabalhar neles para resolver as áreas difíceis. A aprendizagem adaptativa garante que os alunos estejam engajados para obter os melhores resultados.

  1. Aprendizagem baseada em vídeo – As estatísticas do YouTube em 2020 mostraram que 7 em cada 10 usuários usam a plataforma para ajudá-los com problemas enfrentados no trabalho, estudos ou hobbies. O vídeo está se tornando um meio para fins de aprendizagem. Em vez de ler parágrafos longos, os alunos preferem assistir a vídeos para uma melhor compreensão e processo de retenção de conhecimento.

A penetração e as inovações tecnológicas como as televisões inteligentes aumentarão o consumo de vídeo para os usuários. Muitos novos dispositivos baseados na Internet estão sendo inovados, o que ajuda a aumentar essa tendência rapidamente. Existem várias ferramentas de preparação de vídeo disponíveis que podem acelerar o processo de criação de vídeos, ajudando os alunos a compreender até os conceitos mais complexos.

  1. Blockchain – Blockchain é a tecnologia que atua como uma estrutura para criptomoedas e que está em constante crescimento. Ela fornece uma oportunidade segura de troca de dados para as organizações e também para os indivíduos. Os protocolos de segurança seguidos no blockchain são únicos e difíceis de hackear.

O compartilhamento de dados de alunos entre várias universidades e compartilhamento de dados acadêmicos de alunos com empresas para recrutamento são alguns dos casos em que o blockchain pode ser útil. O ano de 2021 terá mais casos de uso benéficos. Se você está procurando uma tecnologia que está em ascensão, este é o momento certo para examinar a tecnologia blockchain.

As tecnologias prometem portanto oferecer uma grande oportunidade para as instituições educacionais e empresas estarem à altura e fazer uma transição suave da educação offline para online. Nos próximos anos, a educação online será o novo normal, verdadeiramente abraçando a ideia de aprendizagem em qualquer lugar, a qualquer hora.

(*) – É administrador de empresas com especialização em gestão de conhecimento e storytelling aplicado à educação e especialista em gestão de conhecimento e tecnologias educacionais (https://alexandrecastanha.wordpress.com/).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap