Aumentou a confiança do empresário da construção

  • Save
Índice chegou a 87,2 pontos, em escala de zero a 200 pontos, diz FGV. Foto: Tânia Rêgo/ABr

O Índice de Confiança da Construção subiu 2,2 pontos na passagem de abril para maio deste ano e chegou a 87,2 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos. Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), essa foi a primeira alta do ano. Os empresários da construção do país aumentaram sua confiança tanto em relação ao presente quanto em relação ao futuro.

O Índice da Situação Atual subiu 1,2 ponto e chegou a 85,5 pontos. Já o Índice de Expectativas, que mede a percepção sobre o futuro, cresceu 3 pontos e atingiu 89 pontos. O Nível de Utilização da Capacidade da Construção caiu 2,7 pontos percentuais para 74,4%.

O Índice Nacional de Custo da Construção–M (INCC-M), calculado pela Fundação Getulio Vargas (FGV), registrou inflação de 1,8% em maio deste ano, superior ao 0,95% de abril. Com isso, o INCC-M acumula 6,92% no ano e 14,62% em 12 meses.

A inflação de materiais e equipamentos subiu de 2,17% em abril para 2,93% em maio. Já a taxa dos serviços passou de 0,52% para 0,95% no período. Já a mão de obra, que havia tido inflação de 0,01% em abril, passou a custar 0,99% mais caro em maio (ABr).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap