Vendas no varejo paulista caíram 15,4% em agosto

O volume de vendas no comércio varejista do Estado de São Paulo caiu 15,4% em agosto na comparação com o mesmo mês do ano passado.

Os números são do Boletim n.16 do ACVarejo, levantamento mensal da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), e correspondem ao varejo ampliado, que inclui lojas de materiais de construção e concessionárias de automóveis.
Na evolução mensal, houve recuo de 3,7% nas vendas frente a julho. Já a retração acumulada no ano é de 6,5% (janeiro a agosto). Os resultados mostram uma intensificação na queda das vendas, refletindo a queda da renda e do emprego, além da contração e encarecimento do crédito.
“Apesar deste aprofundamento, não devemos perder a esperança na recuperação. A exemplo de todas as crises que o país já enfrentou nos últimos 50 anos, sempre houve uma saída para os processos recessivos. O Brasil tem condições de superar este momento, apesar das múltiplas vertentes da crise, como superou outras talvez até mais graves no passado”, diz Alencar Burti, presidente da ACSP.
Projeção do Instituto de Economia Gastão Vidigal da ACSP, com base em indicadores antecedentes, indica que as vendas do varejo devem seguir em queda cada vez mais intensa até, pelo menos, o primeiro trimestre de 2016.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap