Comunicação unificada em nuvem se populariza com foco no incremento da colaboração

  • Save
Foto: AI/JABRA

Soluções de comunicação unificada (UC) ganham cada vez mais espaço nas empresas. Somente no último ano, de acordo com o último relatório da Global Market Insights, o mercado de colaboração movimentou mais de US$ 30 bilhões – estima-se que este setor cresça aproximadamente 8% entre 2020 e 2026, impulsionado, sobretudo, pelas possibilidades proporcionadas pela tecnologia cloud. “A nuvem abriu novas oportunidades, reduzindo os custos da implantação física e manutenção”, afirma Carlos de Souza, country manager da Jabra, multinacional dinamarquesa líder mundial em soluções de áudio.
Hoje, recursos de voz, áudio, videoconferência, troca de mensagens, telefonia, e e-mail podem ser concentrados em uma única plataforma, baseada em nuvem, que pode ser acessada de qualquer lugar, em múltiplos dispositivos. Esta é a proposta do conceito Unified Communications and Collaboration as a Service (UCaaS), uma evolução das ferramentas tradicionais de UC.
A adoção deste modelo visa integrar e, principalmente, possibilitar uma maior colaboração entre times remotos, transformando o comportamento e a cultura do ambiente de trabalho. Escalável e flexível, esta tecnologia pode ainda ser adaptada com facilidade às necessidades específicas de cada empresa e traz ganhos expressivos no incremento da gestão da comunicação interna e no aumento da segurança da informação, além de facilitar os processos de arquivamentos e backups, tão importantes para as corporações. Outra vantagem em comparação com as ferramentas de UC tradicionais é a maior compatibilidade com outros softwares disponíveis na nuvem. “Sem contar que este tipo de solução traz muito mais mobilidade, facilidade e organização a qualquer empresa”, complementa Souza.
No entanto, o executivo alerta que a adoção de sistemas de UCaaS exige que as empresas invistam em dispositivos adequados de comunicação. “Mais do que nunca, os gadgets de áudio e vídeo precisam ser versáteis, pois agora precisam trabalhar com vários dispositivos – de smartphones a laptops e tablets – em vez de apenas serem otimizados para uma plataforma UC específica. Sem equipamentos de qualidade dificilmente a experiência do usuário será satisfatória e os resultados tendem a não ser os esperados”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap