Como garantir a segurança e melhorar a UX durante os jogos online?

Com o aumento das vendas de jogos e consoles, mercado de games segue aquecido até 2023. Dispositivos de proteção de energia como Nobreaks se tornam peça fundamental para garantir a segurança dos PCs Gamers contra falhas de energia, melhorando a experiência do jogador e preservando os investimentos

A indústria global de games movimentou US$ 175,8 bilhões em 2021, e deve seguir aquecido até 2023, de acordo com os últimos dados consolidados da Newzoo, consultoria holandesa especializada em análises sobre o mercado de games. Apesar desse montante representar uma pequena queda de -1,1% em comparação a 2020, a expectativa é que o segmento movimente mais de US$ 200 bilhões até o próximo ano.

Nesse mercado em ascensão, no entanto, quem costuma jogar online sabe que o investimento é gigante, o que exige todo um cuidado para manter os PCs, consoles e outros periféricos gamers funcionando em perfeitas condições. Isso porque, como qualquer aparelho eletrônico, essas máquinas possuem uma vida útil, que varia conforme os cuidados de conservação tomados pelo jogador.

“O mercado de games no Brasil evoluiu muito e se profissionalizou, o que fez com que o consumidor ficasse mais atento à preservação dos seus investimentos. Nesse sentido, o nobreak hoje se tornou uma peça-chave tão importante na hora de jogar quanto o computador. Além de proteger os PCs e consoles contra as instabilidades da rede elétrica, que diminuem a vida útil das máquinas, os nobreaks asseguram ao jogador uma boa experiência, evitando a interrupção das partidas ocasionadas pela falta de energia, muito comuns em determinadas épocas do ano em um país com dimensões continentais”, afirma Pedro Al Shara, CEO da TS Shara.

De acordo com o CEO da TS Shara, o mercado Gamer tem se mostrado tão promissor que nos últimos anos a empresa tem dedicado uma linha específica para atender o segmento. “O nobreak do tipo Senoidal é o mais indicado para trabalhar com máquinas de alto desempenho, como é o caso dos PCs gamers, porque foi desenvolvido para equalizar e equilibrar as ondas em seu formato mais puro. Ou seja, esse tipo de nobreak acaba padronizando o fornecimento de energia a fim de garantir a segurança e o funcionamento correto destes aparelhos de alto custo, que são muito sensíveis a eventuais descargas elétricas”, explica.

Além de integrar as funções de filtro de linha e estabilizador, o nobreak do tipo Senoidal também conta com uma bateria que oferece autonomia para que consoles e computadores continuem operando, mesmo quando ocorre a falta de energia. “A duração da autonomia vai depender da quantidade de dispositivos conectados ao nobreak, mas caso o jogador queira aumentá-la por até uma hora ou mais, basta incluir módulos externos de bateria no equipamento. Com isso, é possível ganhar tempo suficiente para encerrar partidas online e salvar o progresso feito no jogo com segurança, sem afetar o seu desempenho”, conclui Al Shara.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap