141 views 4 mins

Garanta a proteção de dados no controle de acesso das empresas

em Mercado
quinta-feira, 13 de junho de 2024

Imagem: Sergey Shulgin_CANVA

Uma das grandes preocupações de uma empresa é garantir a proteção dos dados, seja dos funcionários ou da organização como um todo. Porém, além das informações guardadas nos computadores, é importante também se atentar aos demais locais que armazenam informações corporativas, como, por exemplo, o controle de acesso.

“A cada dia que passa, sentimos mais a necessidade de proteger os ambientes em que estamos e precisamos priorizar e reforçar a segurança para evitar situações de risco, afinal de contas, uma empresa que não possui um controle mínimo de acesso de pessoas corre o risco de sofrer com situações diversas”, explica Suellen Evangelista, gerente geral da MADIS, empresa centenária líder em soluções de controle de acesso.

O controle de acesso é algo que está em constante evolução e a MADIS possui as principais soluções focadas em segurança de pessoas. Pensando nas principais dúvidas que as empresas podem ter em relação a segurança dos funcionários, Suellen destaca as principais medidas de segurança e como garantir a proteção dos dados no controle de ponto. Confira, a seguir:

  1. Realize backup diários – Essa função é um ótimo caminho para ter segurança. A cópia de arquivos permite uma rápida recuperação em caso de falha no sistema ou perda de informações devido a problemas técnicos, humanos ou desastres.

Com isso, é possível restaurar os arquivos em caso de necessidade, garantindo a disponibilidade de informações cruciais e a continuidade das atividades da empresa, porém, o backup só acontece se o sistema estiver na nuvem.

  1. Tenha cuidado com os acessos de pessoas de fora – Como o próprio nome diz, soluções de controle de acesso são as responsáveis por controlar e gerenciar dados de quem tem acesso às áreas da empresa.

No entanto, é comum que as organizações recebam visitas de pessoas que não fazem parte do seu quadro de funcionários, seja para uma visita, reunião ou realização de algum serviço. A falta de conhecimento dessa movimentação coloca em risco a integridade do ambiente corporativo e também a segurança dos funcionários.

  1. Mantenha o banco de dados atualizados – Outra forma de diminuir riscos é manter uma base de dados atualizada, para que a empresa possa ter acesso e melhor controle sobre o cadastro de cada cliente. “Isso vai garantir uma segurança mais reforçada e facilita a busca por informações”, pontua a especialista.
  2. Esteja atento às legislações vigentes – O controle de ponto eletrônico surgiu como uma maneira eficiente de acabar com a fraude. Dessa forma, é importante estar atento às leis e aos riscos caso alguma delas não seja seguida.

Essa é a melhor forma de garantir que não haja fraudes e, além de tudo, proteger dados com as leis implementadas. – Fonte e outras informações: (https://www.madis.com.br).