5 dicas para venda de equipamentos industriais usados

Por conta da reestruturação da linha de produção, processo de desativação ou movimentação do mercado, muitas empresas deixam de usar equipamentos e não sabem o que fazer com os maquinários. Para evitar o descarte ou custo com armazenamento, a venda dos ativos usados pode ser uma boa opção de ganhar dinheiro e reverter o recurso para continuar investindo. Acompanhe dicas para venda de ativos da gerente de Operações e de Desenvolvimento de Negócios da EquipNet, Roberta Bosignoli.

  1. – Condições do equipamento – Os equipamentos usados podem estar em boas condições de uso e ser uma excelente oportunidade para outras empresas que buscam melhorar sua planta industrial, mas não tem capital para investir em um maquinário novo. Cuidar das máquinas usadas ou desativadas, realizar inspeções e garantir que elas estejam funcionamento corretamente são fatores importantes para que as mesmas possam ser vendidas posteriormente de forma mais lucrativa.
  2. – Como vender – Uma das maneiras mais seguras e rentáveis é a contratação de uma empresa especializada e de confiança, que pode avaliar o potencial dos ativos excedentes e auxiliar na busca de interessados e na comercialização dos equipamentos. Com esse processo a margem é bem maior do que a venda em leilão e ferro-velho.
  3. – Planejar – Começar o processo de comercialização com o equipamento ainda em funcionamento e não desativado pode ajudar a vender mais rápido e até conseguir um valor melhor. Para as empresas que seguem normas rígidas de compliance, geralmente adotadas por grandes companhias e multinacionais, o procedimento tende a ser mais complexo e levar mais tempo, reforçando a importância de ter uma empresa especializada auxiliando no gerenciamento da negociação, garantindo segurança para que o processo siga as normas e leis vigentes.
  4. – Conhecer o equipamento – Estudar o equipamento, conhecer as vantagens e os pontos fortes, informar dados importantes e confiáveis são pontos necessários para transmitir segurança ao possível comprador e aumentar as chances de venda. Ter o manual do equipamento também pode ajudar na comercialização.
  5. – Precificação – A definição do valor precisa levar em consideração diversos fatores, como condições do equipamento, remoção e desmontagem. No caso de contar com uma empresa especializada, como a EquipNet, o processo começa com uma visita técnica de um especialista em equipamentos na fábrica do cliente.

Entre os procedimentos adotados estão avaliação do maquinário e do espaço onde o mesmo está instalado, além do registro fotográfico do equipamento. Posteriormente, várias análises são feitas, como pesquisa de preço de uma máquina nova, para decidir em conjunto com o cliente o valor que será anunciado.

Fonte e mais informações: (https://www.equipnet.com/pt/).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap