110 views 2 mins

Real fraco não inibe compras online no exterior

em Manchete
terça-feira, 17 de novembro de 2015

Reprodução

 

São Paulo – Nem mesmo a desvalorização do real tem tirado o impulso do comércio eletrônico brasileiro, mostra levantamento da empresa de pesquisa Ipsos, a pedido da companhia de pagamentos digitais PayPal. Do universo de internautas brasileiros que fizeram compras online nos últimos 12 meses, 51% adquiriram produtos somente em sites brasileiros, enquanto 45% fizeram transações tanto no Brasil como no exterior. Os outros 4% restantes apenas compraram em sites estrangeiros.
O patamar é quase idêntico ao do ano passado, quando o porcentual de transações em sites brasileiros estava em 50%, enquanto as transações no País e no exterior somavam 46% e as exclusivas no exterior estavam em 4%. Segundo o diretor de Marketing do PayPal para a América Latina, Renato Pelissaro, esse dado chama a atenção devido às condições macroeconômicas do País. “Com a desvalorização do câmbio, por exemplo, houve uma migração para países que também tiveram depreciação em suas moedas, como a Ásia”, disse.
Nesta perspectiva, a pesquisa mostra que 29% das transações feitas por brasileiros no exterior são de empresas na China. O país asiático, cuja moeda também sofreu com desvalorização ante o dólar durante este ano, só perde para os Estados Unidos como destino das compras online. Em relação às compras na China, 85% dos brasileiros disseram que os preços mais baixos motivaram as compras em sites do país. Já sobre os Estados Unidos, o principal motivo apontado (67%) foi o da melhor qualidade dos produtos (AE).