Investimentos em infraestrutura reverte pessimismo da construção

Divulgação
  • Save

Os dados indicam que o setor atingiu o maior pessimismo dos últimos 16 anos.

As recentes medidas anunciadas pelo governo federal, prevendo investimentos de R$ 198,4 bilhões em obras de infraestrutura, podem resgatar o ânimo dos empresários da construção civil, disse o presidente do SindusCon-SP, José Romeu Ferraz Neto. Em nota, ele comentou os resultados negativos da 63ª Sondagem Nacional da Indústria da Construção Civil. Com periodicidade trimestral, a pesquisa revela a percepção dos empresários do setor sobre a economia e os rumos de seus negócios.
No levantamento de maio, os dados indicaram que o setor atingiu o maior pessimismo dos últimos 16 anos. Em uma escala de 0 a 100, a perspectiva de desempenho caiu de 37,1 para 35,9 pontos.
Para o dirigente da entidade, a forte restrição ao crédito, o aumento da inflação, dos juros e do desemprego frustraram as expectativas. “Muitas empresas investiram com a perspectiva que o desenvolvimento fosse mais sustentado”, esclareceu Ferraz Neto.
Ele ressaltou que, além das novas medidas capazes de reverter o cenário de queda dos negócios, surgiram opções para financiamento de imóveis, como a mudança nas regras do depósito compulsório, que liberou R$ 22,5 bilhões da poupança para financiamentos imobiliários, e a injeção de R$ 4,9 bilhões, por meio da linha Pró-Cotista do Fundo Garantidor do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. A pesquisa do SindusCon-SP também indicou queda de 8,6% em relação ao levantamento anterior, caindo de 37,7 para 34,5 pontos.
Os investimentos anunciados pelo governo para o programa de concessões à iniciativa privada contemplam projetos de estradas, ferrovias, aeroportos e portos (ABr).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap