Governador de Roraima diz que fronteira com Venezuela já está fechada

Governador temporario
  • Save

Venezuelanos voltam ao seu país depois de comprar comida na cidade de Pacaraima, antes do fechamento da fronteira.

Foto: Ricardo Moraes/Reuters

O governador de Roraima, Antonio Denarium (PSL), afirmou que a fronteira terrestre entre o Brasil e a Venezuela foi fechada por tanques de tropas venezuelanas por volta das 15h30 de ontem (21). O Palácio do Planalto decidiu não se manifestar sobre a decisão do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, determinar o fechamento da fronteira terrestre entre o país e o Brasil.
Em nota, a assessoria de imprensa do Planalto afirmou que “não haverá manifestação sobre o assunto”. Na terça-feira (19), o porta-voz do governo Jair Bolsonaro, Otávio do Rêgo Barros, comunicou que o governo brasileiro enviaria alimentos e medicamentos na fronteira com a Venezuela amanhã (23), para atender ao pedido do líder opositor Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente interino da Venezuela e tem o apoio de diversos países.
“A ajuda, que inclui alimentos e medicamentos, será disponibilizada em território brasileiro, em Boa Vista e Pacaraima, Estado de Roraima, para recolhimento pelo governo do presidente encarregado Juan Guaidó, por caminhões venezuelanos conduzidos por venezuelanos”, dizia nota do Ministério de Relações Exteriores e lida pelo porta-voz. A operação ocorre em cooperação com o governo dos Estados Unidos e é coordenada pelo Ministério das Relações Exteriores. “O Brasil se junta assim a esta importante iniciativa internacional de apoio ao governo de Guaidó e ao povo venezuelano”, afirma outro trecho da nota (AE/ABr).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap