Geral 31/03/2016

Arroz com feijão continua sendo a combinação ideal de vitaminas e nutrientes

A combinação mais amada do cardápio brasileiro.
  • Save

Hoje (31 de março) comemora-se o Dia Mundial da Saúde e Nutrição. A data faz parte do calendário do Ministério da Saúde e tem o objetivo de conscientizar a população sobre a importância da saúde e da boa alimentação. E falar de boa alimentação é falar da dupla mais famosa na mesa dos brasileiros: arroz com feijão

Além do preço acessível, é um prato que atende as necessidades nutricionais do organismo e, segundo os nutricionistas, os dois juntos formam um pacote completo de vitaminas e nutrientes. O carboidrato do arroz tem a energia que uma pessoa precisa para enfrentar a rotina do dia a dia e a proteína e o ferro do feijão fazem bem principalmente para intestino, coração e sistema imunológico. A nutricionista Carolina Chuichmam explica que o arroz com feijão é uma combinação única, que não se encontra em outros alimentos. Ela recomenda o consumo diário
“As crianças entre quatro a oito anos podem ingerir a proporção de duas colheres de sopa de arroz para uma de feijão. A recomendação diária nutricional aumenta conforme a idade, prática de atividade física e outros fatores que envolvem o crescimento”, diz. A dupla arroz-feijão conta ainda com a abundância de vitaminas do complexo B e cálcio, importantes para a manutenção das células, fortalecimento dos ossos, cabelos e unhas, reparação muscular e prevenção de doenças, como anemia e diabetes.
“São muitos benefícios em um prato só e a maior parte da população sabe disso, por isso consume arroz e feijão de maneira constante. Infelizmente, e notamos isso até pelos e-mails que recebemos na empresa, às vezes alguns pais têm dificuldade em dar o arroz e feijão porque a criança prefere fast food ou guloseimas, ou ainda prefere dar um lance de tarde porque acha que jantar arroz e feijão engorda, o que é um engano”, destaca Vitor Fujisawa, diretor da Broto Legal, líder de vendas de feijão e arroz no Interior Paulista.
A nutricionista confirma que achar que o arroz e feijão engordam é um mito e que esses alimentos não devem ser retirados do cotidiano das crianças, pelo contrário. “O consumo do arroz com feijão promove saciedade, evitando com que a criança recorra o consumo de alimentos ultraprocessados – como biscoitos, bolachas, salgadinhos, fritura, fast-food, refrigerantes etc. – para suprir sua necessidade energética. O aumento do colesterol e do peso está relacionado ao consumo desses alimentos ultraprocessados e do sedentarismo”, alerta.

Tem mais mulheres fazendo doutorado no exterior do que homens

Em 2014, 464 mulheres fizeram o doutorado fora, os homens com a mesma titulação eram 291.
  • Save

As mulheres são maioria entre os doutores brasileiros titulados no exterior em 2014 – mais de 60%, de acordo com estudo divulgado pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE). No entanto, as doutoras ainda estão em desvantagem em relação aos homens – ganham, em média 16,5% a menos. Enquanto 71,4% dos doutores estão empregados, entre as doutoras, esse índice cai para 48,82%.
O estudo mostra que no Brasil há 14.173 doutores titulados no exterior entre 1970 e 2014. Desse total, 8.357, ou 59%, são homens e, 5,786, ou seja, 41%, são mulheres. Até 2011, os homens eram os que mais saíam do Brasil para obter a titulação. Em 1970, apenas 12 mulheres haviam se titulado no exterior, enquanto os homens eram 29. A partir de 2012, esse cenário muda, e as mulheres doutoras ultrapassam os homens. Em 2014, 464 mulheres fizeram o doutorado fora, os homens com a mesma titulação eram 291.
“Isso coincide com a condução da mulher no mercado de trabalho. Nesse período, a maternidade deixou de ser a coisa mais importante, porque para fazer um doutorado pleno no exterior é preciso se ausentar por um tempo maior. No início, iam menos mulheres, mas isso vai mudando, e em 2012 a tendência se inverte e deverá se manter”, diz o consultor do CGEE, Cláudio Cavalcanti Ribeiro.
Quanto à renda, no entanto, os dados de 2014 mostram que as doutoras formadas no exterior ganham em média R$ 15.239,12, enquanto os homens com a mesma titulação recebem em média, por mês, R$ 18.250,49. Eles também estão mais presentes no mercado formal. De acordo com os dados de 2014, os últimos disponíveis, 2.825 mulheres e 5.988 homens estão empregados. Os dados consideram o total de doutores no país, formados desde 1970 (ABr).

Fortaleza visa atrair companhias aéreas

A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou ontem (30) projeto que concede benefícios fiscais para empresas aéreas que instalarem centros internacionais de conexões de voos, os chamados hubs, na cidade. A proposta, enviada pelo Poder Executivo Municipal, é uma tática para atrair o hub que a companhia Latam vai criar no Nordeste. A empresa avalia as condições de Fortaleza, Natal e Recife para a instalação do centro de conexões.
O projeto isenta de ISS os serviços relativos à implantação e operação de hub de companhias aéreas e reduz de 5% para 2% o tributo para serviços como manutenção de aeronaves, hospedagem das tripulações e venda de passagens aéreas e pacotes turísticos. A proposta também concede isenção do IPTU e do Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI).
A tática de conceder benefícios fiscais para companhias aéreas já vem sendo adotada pelos outros duas cidades que disputam o hub da Latam. Natal e Recife reduziram no ano passado a alíquota do ICMS, que incide no querosene de aviação. No Ceará, o governo estadual deve enviar até o fim da semana uma mensagem com o mesmo teor para ser analisada pela Assembleia Legislativa (ABr).

Tíquete médio em cheque cresceu 13,6% no Sudeste

Segundo dados do Banco Central, a quantidade de folha de cheques utilizadas no mercado tem apresentado queda ano após ano. Entretanto, o cheque tem sido muito utilizado como instrumento de crédito, principalmente em compras de maior valor agregado, principalmente nos segmentos: automotivo, turismo, saúde e educação.
De acordo com a Pesquisa Nacional sobre Liquidação de Cheques da TeleCheque, em doze meses o valor médio de compras em cheque na Região Sudeste cresceu 13,6%, em fevereiro de 2015 o valor era de R$ 913,00 e em 2016 chegou a R$ 1.038,00.
A pesquisa traz ainda os dados por gênero: o valor médio das compras entre as mulheres teve alta de 11,9%, passando de R$ 865,00, em fevereiro do ano passado, para R$ 968,00, no mesmo período de 2016. Os homens também registraram aumento de 13,6% no tíquete médio, que chegou a R$ 998,00 esse ano, ante R$ 878,00 no mesmo período do ano anterior. Já o número geral de pagamentos honrados caiu 0,14%, passando de 97,14% em 2015, para 96,74% no mesmo período em 2016.

Htin Kyaw toma posse como presidente em Mianmar

Presidente eleito de de Mianmar, U Htin Kyaw.
  • Save

O intelectual U Htin Kyaw, aliado da ganhadora do Prêmio Nobel da Paz, Aung San Suu Kyi, assumiu ontem (30), como presidente de Mianmar. Escolhido pelo Parlamento no último dia 15, ele é o primeiro civil a assumir o cargo em décadas e deve impulsionar esperadas reformas dentro do país. “O nosso governo vai implementar a reconciliação nacional, a paz no país e fazer emergir uma Constituição que concretize o caminho para uma união democrática que melhore a vida das pessoas”, disse em seu discurso de posse.
Htin Kyaw, que foi indicado pela Liga Nacional pela Democracia, representará a ativista no governo. Ela não pode concorrer à Presidência pois a legislação do país proíbe que alguém que teve filhos estrangeiros assuma o cargo. Ela tem dois filhos britânicos. Aung San Suu Kyi, no entanto, será nomeada como ministra das Relações Exteriores. Esse é o primeiro governo eleito democraticamente no país, que era administrado por uma junta militar, em mais de meio século.
O último pleito na nação antes de novembro, quando a LND conquistou a maioria do Parlamento, ocorreu em 1990 e a coalizão saiu vencedora com 59% dos votos – o que dava 81% dos assentos no Parlamento. Porém, dias antes das eleições, Aung San Suu Kyi, que seria eleita primeira-ministra, foi presa e encaminhada para a prisão domiciliar, onde cumpriu sua “pena” por 15 anos. Em 2010, ela foi libertada diante de uma grande pressão internacional – especialmente da ONU e dos Estados Unidos – e assumiu seu primeiro cargo político pós-detenção em 2012, quando se tornou deputada (ANSA).

Mobilização para incentivar vacina contra HPV

A partir deste domingo (3), meninas de 9 a 13 anos devem procurar uma das 36 mil salas de vacinação no país para receber a dose contra o HPV. A campanha nacional de mobilização, coordenada pelo Ministério da Saúde, segue até o dia 15. A dose, entretanto, pode ser encontrada nos postos de saúde durante todo o ano. A meta deste ano é vacinar pelo menos 80% das meninas de 9 anos de idade, público-alvo da campanha, formado por um total de 1,7 milhão de garotas.
A imunização é feita em duas doses injetáveis – a primeira, de preferência, nos meses de março ou abril e a segunda, seis meses após a primeira. A orientação da pasta é que meninas de 10 a 13 anos que ainda não receberam a dose ou que não completaram o esquema vacinal também sejam imunizadas durante a campanha de mobilização. A proteção, segundo o ministério, só é conferida se todas as doses forem aplicadas.
Meninas e mulheres com idade entre 9 e 26 anos com HIV ou aids também devem ser vacinadas. Nesse caso, a imunicação ocorre em três doses, sendo a segunda aplicada em dois meses e a terceira, seis meses depois. Dados do ministério apontam que 59 mil mulheres de 15 a 26 anos estão nesta condição no país atualmente (ABr).

STF rejeita pedido de mulher e filha de Cunha

O ministro do STF, Celso de Mello, arquivou o habeas corpus em que a mulher e filha do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, pediam para não serem julgadas pelo juiz federal Sérgio Moro, da Justiça Federal em Curitiba. Na decisão, Mello entendeu que não é possível derrubar a decisão de um colega da Corte por meio de habeas corpus. No último dia 15, o ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato no STF, atendeu pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) e desmembrou a investigação, deixando somente a parte do inquérito referente ao presidente da Câmara no Supremo.
De acordo com a denúncia apresentada este mês contra o presidente da Câmara, Cláudia Cruz e Danielle Cunha, que também são investigadas com o marido e pai no Supremo, foram beneficiadas pelos recursos que estavam depositados em contas na Suíça atribuídas a Cunha. Com a decisão, somente Cunha responderá às acusações no STF. Pela denúncia, US$ 165 mil foram encontrados em uma conta na Suíça atribuída à mulher de Cunha. De acordo com as investigações, parte do valor foi usada para pagar despesas do cartão de crédito de Danielle Cunha (ABr).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap