Geral 14/09/2016

Alunos aprendem em sala de aula a importância do cultivo da terra

Alunos aprendem sobre plantio e educação ambiental em horta escolar.
  • Save

A preocupação de crianças e adolescentes com a natureza saiu das campanhas de ambientalistas e já está nas escolas

Na rede estadual de ensino de São Paulo, o tema faz parte do currículo oficial da Secretaria da Educação nas disciplinas de Geografia, Ciências e até Matemática e de atividades regulares. Ao lado de bibliotecas e laboratórios, hortas e pomares são também espaços de aprendizagem.
Na Escola Estadual Prof. Bento de Siqueira, no município de Marapoama (região de Catanduva), o projeto une grêmio estudantil e participantes do programa Escola da Família. Para isso, a área do jardim foi revitalizada e no espaço construído um mini pomar onde os alunos plantam mudas de acerola, amora, ameixa, pitanga, banana, romã e outras frutas. Tudo que é colhido é aproveitado na merenda. Professores abordam em aula a importância da alimentação saudável, métodos de cultivo sustentável e até conceitos de geometria aplicados na construção dos canteiros.
Já em Piracicaba, a Escola Estadual Prof. Manassés Ephrain encontrou uma forma diferente de trabalhar o tema. Em sala de aula, alunos aprendem técnicas de montagem de canteiros, plantio, germinação de sementes e todas as etapas necessárias para uma boa colheita. Neste semestre, pela primeira vez, a terra fertilizada no processo de compostagem será utilizada nos canteiros. Alunos e professores aproveitaram os resíduos da merenda para enriquecer a terra. Vasinhos com mudas de salsinha e cebolinha também poderão ser levados para casa.
Desde junho, na Escola Estadual Prof. Mario Manoel Dantas de Aquino, o verde “invadiu” os espaços cinzas. Na unidade em Suzano, alunos e professores plantaram mudas de coqueiros e árvores ornamentais nas áreas externas. Já no interior do prédio, próximo à horta utilizada para o plantio de alimentos saudáveis, foram colocadas mudas de árvores frutíferas e plantas medicinais. Além de dar um colorido ao ambiente, os estudantes também receberam certificados pelo treinamento com técnicos.
Em 2013, a Secretaria da Educação assinou com o Fundo Social de Solidariedade e a Secretaria da Agricultura uma nova parceria. A partir do projeto Horta Educativa são ensinados conceitos de educação ambiental, nutricional e valorização do meio rural via horticultura. O Fundo fica responsável pelo envio de ferramentas, sementes, material pedagógico e didático. Já Agricultura elabora o estudo de viabilidade das áreas nas quais são implementadas as hortas (SEE).

Guerra já deixou ao menos 300 mil mortos na Síria

Menino sírio chora diante do caixão de um familiar e é amparado durante funeral.
  • Save

Desde o início da guerra na Síria, em março de 2011, mais de 300 mil pessoas, entre elas cerca de 86 mil civis, morreram no país, alertou a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos. O último balanço do grupo, que coleta os dados sobre o conflito entre rebeldes e o governo de Bashar al-Assad, registra um aumento de 9 mil mortos se comparado ao último relatório, divulgado em agosto. Entre as vítimas civis, calcula-se que mais de 15 mil eram crianças ou adolescentes.
Ainda de acordo com a ONG, o cessar-fogo temporário acordado com as forças rebeldes está em vigor. No entanto, acusações de violações da trégua pelos dois lados vêm sendo denunciadas na imprensa local. A agência oficial de notícias “Sana” acusou “grupos armados” de ter atuado em Aleppo. Segundo a emissora árabe “Al Jazeera”, por sua vez, o regime de Assad registrou mais de 14 violações na madrugada de ontem (13).
O governo da Turquia também declarou ter atacado alvos na Síria após terem registrado disparos de morteiros na fronteira entre os dois países.
O porta-voz do Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários, Jens Laerke, disse que o organismo está disposto a proporcionar ajuda humanitária para a população síria assim que as partes respeitem a trégua, permitindo o acesso dos comboios às áreas afetadas com segurança. “Precisamos de um ambiente sem risco de morte”, concluiu (ANSA).

Aplicativo para receber denúncias de crimes

Os moradores do Rio de Janeiro já podem fazer denúncias de crimes e comunicar emergências policiais por meio de um aplicativo para celulares e dispositivos móveis (tablets). O aplicativo Emergência RJ servirá como um canal alternativo para acesso à Central 190 da PM. Segundo o subsecretário de Comando e Controle da Secretaria Estadual de Segurança do Rio, Edval Novaes, o aplicativo facilita o acesso de pessoas com deficiência de fala e de audição à central de denúncias da PM.
“A gente espera atender a esse público que, porventura, tenha algum tipo de dificuldade na fala e que são aproximadamente 4,8% da população da região metropolitana. Isso sem falar naquelas situações excepcionais em que a pessoa, por um motivo ou por outro, não pode falar por estar próxima ao fato a ser denunciado. Então, ela pode silenciosamente digitar seu pedido de auxílio através do aplicativo no smartphone”, disse. O Emergência RJ é compatível com os sistemas IOS e Android (ABr).

Caças dos EUA alertam Pyongyang

Escoltado por caças F-15Ks e F-16, o B-52 Stratofortress, bombardeiro estratégico, voa baixo sobre a base aérea de Osan.
  • Save

Caças supersônicos norte-americanos capazes de transportar armas nucleares sobrevoaram o território da Coreia do Sul como forma de alertar o governo do ditador Kim Jong-un, após Pyongyang realizar um novo teste nuclear na semana passada. Segundo comunicado oficial, com a ação militar, Washington e Seul querem passar a mensagem de que “estão preparados para responder às ameaças contra a estabilidade e a segurança” na região.
Os bombardeiros B-1, escoltados por F-15K sul-coreanos e F-16 norte-americanos, foram vistos sobrevoando a base aérea de Osan, perto da fronteira com a Coreia do Norte. Os caças estavam estacionados base na ilha de Guam, um território dos EUA no oceano Pacífico, e não chegaram a pousar na Coreia do Sul. Voos deste tipo são comuns em períodos marcados por tensões. A Coreia do Norte realizou seu quinto teste nuclear na última sexta-feira (9), e, segundo a TV estatal “KCTV”, ele foi executado com “sucesso”.
O governo norte-coreano usa como desculpa a hostilidade dos Estados Unidos como motivo de ampliar seu programa nuclear. A Coreia do Norte já sofreu diversas sanções da ONU nos últimos meses por conta de seus testes, mas nem isso foi suficiente para conter as ambições de Kim Jong-un (ANSA).

Evento com Papa em Assis terá 6 ganhadores do Nobel da Paz

Seis vencedores do Prêmio Nobel da Paz participarão do encontro internacional “Sede de Paz: Religiões e Culturas em Diálogo”, que será realizado entre os próximos dias 18 e 20, na cidade italiana de Assis, e terá a presença do papa Francisco. O evento é organizado pela Comunidade de Santo Egídio, ligada à Diocese de Assis.
Os seis ganhadores do Nobel que estarão na reunião são: a ativista norte-irlandesa Mairead Maguire (1976); o presidente emérito da Polônia, Lech Walesa (1983); a ativista norte-americana pelos direitos humanos, Jody Williams (1997); a líder da Primavera Árabe no Iêmen, Tawakel Karman (2011); e dois membros do Quarteto de Diálogo Nacional da Tunísia, Amer Meherzi e Hassine Abassi (2015).
Além disso, 25 refugiados sírios serão “convidados especiais” do evento. Apesar de o encontro começar no dia 18, o papa Francisco só participará no dia 20, quando encerrará a reunião e almoçará com todos os participantes, incluindo líderes de várias religiões (ANSA).

 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap