A evolução do Marketing Digital nas empresas

A área de marketing já passou por diferentes fases e está em constante alteração, seja por evolução do próprio setor ou respondendo às mudanças da sociedade. Com a pandemia, muitas empresas investiram bastante no meio digital, com o objetivo de frear os impactos negativos gerados pela Covid19. Pensando nisso, o Comitê Estratégico de Marketing e Comunicação da Amcham-BH, realizou uma pesquisa com as principais empresas da região para entender a evolução do marketing digital em 2020.

Mais de 80 gestores de marketing participaram do estudo e foram ouvidos representantes de grandes organizações de Minas Gerais. “O nosso comitê é voltado para desenvolver estratégias para médias e grandes empresas. Nossa intenção com a pesquisa foi identificar a evolução do marketing digital, que foi acelerado pela pandemia nas organizações”, afirma o Superintendente de Operações da Amcham Brasil, Rafael Dantas. O ponto de partida da análise foi entender a presença do meio digital.

A pesquisa aponta que 100% das empresas entrevistadas possuem pelo menos um perfil em alguma rede social, sendo as mais utilizadas o LikendIn, Instagram e Facebook. Com a pandemia, os empresários tiveram que adaptar seus meios de comunicação e vendas, por isso o Whatsapp se tornou mais atrativo para o relacionamento com o cliente e, assim, foi constatado que mais da metade das empresas participantes usam a rede social para fins profissionais.

Além disso, como era esperado devido aos impactos da pandemia, foi identificado o crescimento do e-commerce, que já é considerado o terceiro maior canal de vendas das empresas, ficando atrás dos pontos de vendas e distribuidores. Com o fechamento das lojas físicas, os empresários tiveram que se reinventar e investir no comércio online para não ter maiores perdas nos negócios.

Nesse sentido, o orçamento destinado ao marketing já está próximo de uma divisão igual entre os investimentos tradicionais, baseados em anúncios em rádio, TV e mídia impressa e os digitais como anúncios online, redes sociais e e-commerce. Com isso, o canal de marketing digital mais usado pelas empresas é o Google Ads, ferramenta para criar e gerenciar anúncios online. A pesquisa ainda aponta que algumas organizações preferem apostar no crescimento orgânico, ou seja, sem usar recursos pagos como anúncios.

O estudo também chama atenção para o uso de estratégias envolvendo influencers digitais. Ainda são relativamente poucas organizações que utilizam esse recurso, porém a tendência é que os investimentos em ações com influencers cresçam, já que eles possuem um grande poder de convencimento e de conversão em vendas.
No entanto, mesmo com o crescimento do investimento por parte de algumas empresas, ainda existem desafios para o desenvolvimento do setor.

“Estabelecer o retorno e os resultados que as ações de marketing alcançaram são as principais dificuldades encontradas pelas organizações. Além disso, muitas empresas enfrentam a falta de verba e de um funil de vendas bem estruturado para guiar as ações”, aponta o executivo. Dessa forma, fica evidente que grande parte das empresas reconhecem o poder do marketing tradicional e digital para alavancar os negócios.

Porém, ainda existe um longo caminho a ser percorrido no desenvolvimento das estratégias digitais e de planos de ações efetivos. A tendência é que as organizações se especializem e invistam cada vez mais no setor, como uma consequência positiva gerada pela pandemia. Fonte (www.partnerscom.com.br).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap