O metaverso: oportunidade de negócios de uma vida?

Prof.Ms Almir Vicentini (*)

Evidências do Second Life, um mundo virtual anterior, sugerem que a imersão pode estimular habilidades de liderança

Imagine você andando na rua. Você está a caminho do trabalho. De repente, um zumbido do seu smartphone. Você esqueceu de sair do jogo que estava jogando. Agora, sua equipe envia um alerta para você participar de uma invasão em grupo para sacar itens valiosos. Os valores são enormes e muitas vezes podem ser transformados em criptomoedas. Você não quer perder o progresso da sua equipe e tentar ganhar algum dinheiro extra.

Ao mesmo tempo, os lances digitais estão acontecendo para um trabalho  que você está desenvolvendo e vendendo. Ah, e não se esqueça que esses lances vão acontecer em 30 minutos. São tantas distrações no metaverso!

O meta-o quê? Parece confuso? Talvez, mas este é o mundo em que viveremos e é assim que bilhões de pessoas vão interagir em uma realidade que é parte física, parte digital.

Bem-vindo ao Metaverso… Uma realidade que está ao nosso redor. Como Matrix. E é melhor você se preparar! E sua empresa,também, para se adaptar rapidamente e profundamente. Deixar de fazê-lo fará com que você perca a nova economia, onde trilhões de dólares irão moldar quais empresas serão bem-sucedidas e quais serão protagonistas.

Continue lendo e tentarei ajudar você a se preparar para focar na única coisa que importa nas revoluções tecnológicas: como entender a motivação de seus usuários e clientes no Metaverso.

A Wikipedia define o Metaverso como:

“um espaço compartilhado virtual coletivo, criado pela convergência de realidade física virtualmente aprimorada e espaço virtual fisicamente persistente, incluindo a soma de todos os mundos virtuais, realidade aumentada e Internet”.

É… o quê? Vamos reformular isso:

O metaverso é basicamente uma coleção de experiências físicas e digitais que se sobrepõem e se integram perfeitamente. O mundo metaverso é uma matriz sempre em expansão. Com o tempo, as pessoas poderão entrar no metaverso, de forma totalmente virtual (com fones de ouvido) ou interagir com partes dele em seu espaço físico com a ajuda de realidade aumentada e realidade mista.

O Metaverso abre um mundo totalmente novo para as empresas ganharem dinheiro e alcançarem clientes. Antigamente havia o Second Life, é claro, e já naquela época as pessoas vendiam vilas e lojas virtuais para outras pessoas. E algumas dessas propriedades foram avaliadas em milhões de dólares. Mas o atual Metaverso leva tudo isso um passo adiante.

O advento do metaverso como um dos ambientes dominantes onde as empresas irão interagir com seus clientes aumenta a necessidade de um verdadeiro envolvimento do usuário.

Como você pode garantir o envolvimento de usuários altamente capacitados por meio da nova configuração do metaverso? Apenas criar uma funcionalidade digital para os usuários interagirem não significa que eles irão interagir ou comprar seu produto. Isso não significa que esses usuários executem as ações que você deseja que eles façam.

A realidade virtual geralmente parece superficial, pois não há jornada do usuário construída na experiência do headset de realidade virtual. Sites sem design de engajamento nada mais são do que uma coleção de funcionalidades, assim como o universo sem vida é como um buraco negro. O truque é criar um design de engajamento do usuário que cruze com as experiências digitais totalmente imersas que os usuários têm no metaverso.

Isso não é interessante apenas para empresas que desejam criar relações mais profundas com os clientes e aumentar a receita. É de grande importância para esses próprios clientes. Assim como em situações de jogo, o metaverso pode oferecer aos usuários uma experiência completamente democratizada. Os usuários podem assumir o controle total de suas identidades em suas próprias jornadas criadas, ao mesmo tempo em que colaboram com outros usuários e interagem com as marcas.

Um novo mundo está chegando. Novas formas de interação. Você está preparado?

São Paulo, janeiro de 2022

(*) É mestre em Educação, Coordenador e Professor de Pós-Graduação de cursos na área da Educação, Curador do “Programa Escola da Família” e das LIVES “Universo Educação”, ambas da Full Sail University. Autor de livros sobre Gestão Escolar, Competências Socioemocionais e Comportamentais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap