O que, realmente, te move?

Ricardo Voltan (*)

Esta é uma provocação para que você vença a ansiedade, o medo e a insegurança, e desperte para o lado bom da vida! Quem você é de verdade? O que te move e faz seguir em frente? Todos nós vivemos no piloto automático por muitos anos de nossas carreiras, e precisamos mudar isso. Mas como? Que escolhas faríamos hoje que não fizemos anteriormente? Que decisões que tomamos que não tomaria hoje? Como se autovalorizar e não repetir os mesmos erros?

O mundo foi feito para você viver de forma plena, apreciando cada momento. Tenha certeza que agora, mais do que nunca, é a hora! Qualquer um precisa de transformações e mudanças, e você pode fazer isso! Veja em profundidade a você mesmo e sua carreira, e neste caso pense no que está certo ou errado – isso não existe – ao invés disso, enxergue aquilo que te move na sua essência, na alma.

  • O que, realmente, te move? – Observe tudo à sua volta, das coisas mais simples às mais complexas, da chuva ao alimento. Tudo ao seu redor está em movimento, o que você faz para ser parte ativa, e não passiva, deste movimento? O que você faz para acompanhar o movimento do todo?
  • Do caos ao equilíbrio – O caos não está somente nas metrópoles, mas nas cidades pequenas também. Todos nós estamos vivendo um movimento de tensão, stress e ansiedade no dia a dia, graças aos reflexos da pandemia.

Aqueles que trabalham home office sentem ainda os efeitos de trabalhar mais do antes, além da nova mistura que envolve família, casa e trabalho. Acredite, você não está sozinho, neste mesmo instante, várias pessoas por todo o mundo estão com estas mesmas sensações e desconfortos.

  • Caos: uma palavra que não tem plural – Segundo um monge budista, o caos muitas vezes é apenas uma visão pequena sobre algo que não se encaixa perfeitamente, mas você é um dos elementos que pode fazer com que as coisas se encaixarem melhor. Mas o que isto tem a ver com carreira?

Tudo! Isso nos leva ao Soft Skill, aquelas habilidades comportamentais com as quais conduzimos nossas atividades diárias, nosso equilíbrio físico, mental e espiritual.

  • O que você está sentindo agora? – Procure ser mais leve com você mesmo, esta escolha é sua e de mais ninguém! Se você não está contente com o que faz, mude e busque aquilo que te motiva de verdade O que te faz se levantar todas as manhãs motivado, tentar novamente, repetir tudo e seguir em frente?

Descubra os seus prazeres, suas habilidades e não as competências, pois estas você já construiu. É o seu olhar que transforma a sua realidade, o tempo é finito, as coisas são finitas, aproveite cada oportunidade!

  • Não desperdice a vida – Tenha sempre um mentor, isso será muito útil. Um mentor é aquela pessoa que tem mais experiência e por isso, tem um pouco mais de sabedoria. É aquele que vai te ajudar a crescer no seu interior e florescer para a vida. Ele vai te provocar até você se incomodar e se movimentar.
  • Que hora é agora? – É hora de colocar em prática tudo o que você leu, aprendeu e desenvolveu em toda a sua carreira e mais o seu Soft Skill juntos! Este é o momento de praticar, de descobrir seus talentos e habilidades para seguir em frente e ser feliz.

Se para você a felicidade é continuar em sua carreira, vá em frente, mas lembre-se sempre que as empresas estão mudando, que o mundo está mudando, e seu hard skills não fará as mudanças necessárias para suas adaptações nos novos ambientes gerados pelo movimento do todo. Isso é trabalho do soft skill.

  • Qual é o legado que você está deixando para os que estão ao seu redor? – Carreira também é dar e receber, e não estou falando de feedback e sim de conhecimentos. Temos um preconceito sobre isso, mas a conta é simples, você tem mais tempo de vida, conhecimento e carreira que aqueles com os quais compartilha e este é seu diferencial.

Tudo o que fazemos e temos na vida é fruto de trocas. Você dá o seu conhecimento e a empresa te dá o salário, você se doa ao seu negócio e ele te devolve prazer, felicidade de realização e também o lucro, dinheiro.

Conheça a ti mesmo, conheça os seus limites e ultrapasse aquilo que te impede de ser feliz no que faz e renove sua mente.

(*) – Conselheiro pelo IBGC e mentor pelo Inovativa Brasil, IdeiaGov e Goldstreet Venture Capital e investidor anjo na FEA Angels, é co-founder do O BOARD.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap