Ministro espera que PMDB continue “da maneira como está”

O ministro da Saúde, Marcelo Castro, disse esperar que seu partido, o PMDB, continue participando do governo, sem desrespeitar as opiniões divergentes internas da legenda.

O PMDB realiza sua convenção nacional no próximo sábado (12). Em relação à convenção, o peemedebista não descartou que seja discutida a saída do partido da base governista. No entanto, Castro defende que o PMDB continue “da maneira como está”.
No encontro, será eleita a nova direção nacional do partido. O vice-presidente da República, Michel Temer, atual presidente nacional do PMDB, deve ser reconduzido ao posto. Até o momento, ele é o único candidato ao cargo. De acordo com Marcelo Castro, a legenda, tradicionalmente, convive com posições contrárias às acertadas pela maioria. “O PMDB é um partido absolutamente democrático, que convive sempre com correntes adversas, e sempre foi tolerante a essas posições, e evidente que vai aparecer propostas, cada um vai fazer de acordo com as suas convicções, mas o que a gente espera é que o PMDB continue da maneira como está”.
Para ele, um moção sobre a saída do partido do governo deve ser colocada em votação, mas a convenção não tem “em princípio, nada a ver” com apoio ou não à gestão da presidenta Dilma Rousseff. “Somos governo. Participamos do governo. Na Câmara, o número de deputados majoritariamente apoia o governo da presidenta Dilma. A gente sabe que tem alguns segmentos do PMDB contrários a esse apoio. Temos convivido assim cada um respeitando seu posicionamento”, disse (ABr).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap