Cinco estratégias de marketing digital que fazem diferença no varejo

Livia Menna Barreto Ribeiro (*)

A constante transformação da tecnologia vem “obrigando” empresas e profissionais a acompanhar essas mudanças. Quem não fizer isso pode perder muitas oportunidades. No varejo se adaptar às novas ferramentas do mundo digital também é extremamente necessário para chegar até o cliente.

Algumas estratégias (além de ter somente um site e uma rede social) podem fazer total diferença no seu negócio. Claro que o que a gente traz aqui não é nenhum segredo ou fórmula mágica, mas sim caminhos dentro do marketing digital que podem ajudar no crescimento da sua marca.

. E-mail marketing – Uma estratégia básica adotada por muitas empresas no mercado é o e-mail marketing. Isso porque qualquer marca consegue investir em plataformas de Automação de Marketing Digital. Além de ser uma mídia barata, o retorno tem sido muito bom. Por exemplo, a cada 1 dólar investido em um e-mail, a volta desse investimento é de 42 dólares de lucro.

Atualmente no mercado existem muitos caminhos para automatizá-lo, é possível dar alguns direcionamentos como segmentação de base (separar potenciais consumidores por grupos e características em comum), identificar quem abriu e clicou no e mail, rastreamento de ações de clientes, enfim, são vários relatórios que permitem conhecer os clientes para adotar a melhor estratégia de campanha.?

. Live commerce – O live commerce nada mais é que a interação das marcas com os clientes por meio das “lives” (entradas ao vivo nas redes sociais) para promover os produtos. Essa estratégia, que já é usada fora do país, vem sendo cada vez mais vista aqui no Brasil. Não só as grandes marcas, mas as menores também estão vendendo muito por esse caminho.

O live commerce é um meio-termo, porque não é necessário se deslocar até a loja física em um grande centro comercial, só que também não fica totalmente on-line, uma vez que você consegue ver o produto melhor. Para o cliente, a sensação é de maior proximidade com aquilo que ele pretende comprar.

. Marketing de influência – Dentro do marketing essa estratégia é uma das mais básicas. A maioria das marcas, principalmente as mais conhecidas, contam com influenciadores de diversos nichos para divulgar o produto. A divulgação acontece de muitas formas, seja pelas redes sociais, seja até mesmo a televisão aberta. Vale lembrar que o investimento varia porque influenciadores mundiais e nacionais cobram diferentes cachês, mas é uma estratégia que sempre deu muito certo.

. Trabalhe com métricas – Tudo deve ser medido, porque através dos números é possível saber qual estratégia seguir, quais medidas adotar para o crescimento ou até para uma crise. Os dados permitem traçar um planejamento anual, um planejamento semestral para os novos caminhos de marketing digital.

Os números de taxa de conversão, custo de aquisição de clientes, os próprios relatórios de plataformas de e-mail, de automação, vão mostrar o perfil do cliente, entender o que ele está procurando e o que realmente ele precisa.

. Conte com profissionais especializados – Não adianta querer fazer uma estratégia legal e não ter pessoas competentes para isso. Profissionais especializados são fundamentais para um bom trabalho. De que vale ter uma plataforma de marketing digital e não ter pessoas que operem? Nada.

Então conte com profissionais criativos, com conhecimento no varejo, em marketing, em ferramentas de SEO (otimização de mecanismos de busca), blogs, palavras-chaves, ou seja, profissionais que possam tocar toda essa parte de estratégia digital do negócio.

(*) – É marketing na Dinamize. E-mail: ([email protected]).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap