Soluções em Cloud facilitam desenvolvimento de aplicativos

Fazer melhor, mais rápido ou mais barato. Essas são as definições mais simples de inovação buscada pelas empresas de modo geral. E essa é basicamente a receita que torna a Cloud uma necessidade para o desenvolvimento e execução de aplicativos. O modelo de estrutura em nuvem, seja ela privada, pública ou híbrida, traz diversos benefícios para as empresas, entre eles, ganho de tempo e agilidade nas entregas, com alta variável de recursos que auxiliam todo o ecossistema de produção.

“As ferramentas de desenvolvimento evoluem significativamente e condições em Cloud permitem melhor qualidade nas entregas. Além de possibilitar que equipes, distribuídas globalmente, operem de forma independente mas coordenadas, com alterações frequentes dentro de uma possibilidade de monitoramento ágil e assertiva”, ressalta Rogério Athayde.

O Head de Produtos da keeggo destaca que o ganho de tempo também ocorre porque, nas aplicações de Cloud, as squads possuem maior automação sobre as entregas, e menor preocupação com condições de manutenção. “A preocupação com a infraestrutura passa a ser do fornecedor da cloud. Assim, os times especialistas podem se dedicar integralmente a inovações, aprimorar produtos e outros aspectos estratégicos do negócio”.

. Flexibilidade e escalabilidade no desenvolvimento – Outra vantagem desse tipo de estrutura é que ela permite um melhor desenvolvimento e uso das aplicações, por causa da flexibilidade e escalabilidade proporcionadas pela nuvem. Com isso, todos os aspectos do desenvolvimento podem ser projetados e adaptados conforme a demanda, juntamente com o maior ganho de agilidade em atender as necessidades do mercado.

“O tempo de resposta às demandas fica mais curto, já que os desenvolvedores passam a trabalhar em um ambiente que permite que mudanças e ajustes sejam implementados com mais rapidez. O resultado disso, além da velocidade, é uma maior competitividade no mercado”, destaca Athayde.

O executivo explica ainda que o desenvolvimento em cloud normalmente envolve microsserviços, que são aplicações autônomas e de fácil integração. Esse é outro fator que traz agilidade ao modelo. “Por serem independentes, permitem mudanças rápidas para a solução de problemas específicos, sem afetar as funcionalidades de outras áreas do aplicativo”.

. Código aberto e facilidade de adaptação e portabilidade – Nas estruturas em Cloud é predominante ferramentas de código-fonte aberto. Com isso, os aplicativos desenvolvidos ganham melhor portabilidade de execução, podendo ser exercido em nuvem de terceiros e ambientes locais com o mínimo de alterações, e, ainda estando de acordo com todas as necessidades atuais de segurança .

Athayde pontua ainda, como vantagem desse modelo de arquitetura, a melhor integração e uso inteligente de dados. “Naturalmente, as aplicações em nuvem passam a acumular um histórico de dados que são estratégicos para o negócio e que são facilmente integrados a outros sistemas, permitindo o uso inteligente dessas informações na tomada de decisões”. – Fonte e mais informações: (https://keeggo.com/).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap