Importantes dicas para você aproveitar as redes sociais com segurança

As redes sociais são plataformas onde passamos boa parte do tempo. Com o contexto da pandemia, sem poder interagir pessoalmente, essa prática se intensificou. Pensando nisso, a Eset, empresa líder em detecção proativa de ameaças, fornece dicas e boas práticas para você aproveitar o tempo nas redes sociais com segurança.

A Eset frisa que a educação e a prevenção são as melhores formas de se aproveitar a internet de forma segura. Por isso, manter o bom senso e usar de boas práticas no ambiente virtual são dicas valiosas capazes de livrar os usuários de muitas dores de cabeça e prejuízos irreversíveis. Confira as dicas e recursos de nossos especialistas:

. Backup das informações – no mundo da segurança da informação, a implementação de um plano de backup e recuperação de dados é uma das melhores práticas de prevenção para casos de emergência. É importante ter em conta que a perda de informações pode ter muitas origens, desde a falha de um dispositivo ou sistema físico, um erro humano, um código malicioso ou um ciberataque. Para ficar por dentro de todas as dicas, acesse nosso Guia de Backup.

Duplo fator de autenticação: habilitar o duplo fator de autenticação diminui drasticamente as chances de que sua conta seja acessada por pessoas não autorizadas mesmo que elas consigam obter sua senha. Isso acontece porque a rede social solicitará que o novo login apresente usuário, senha e uma chave de acesso temporária, que pode ser um código via SMS ou e-mail, por exemplo.

. Recuperação de acesso – problemas de acesso podem acontecer, seja por não usar um cofre de senhas e acabar esquecendo seu acesso ou por qualquer outro motivo. É sempre interessante ter formas adequadas de recuperação, e a maioria das redes sociais permite que os usuários tenham alternativas para isso. E-mails de terceiros confiáveis e números de celular podem ser cadastrados caso haja algum problema para acessar a conta.

. Atualizações – seja no desktop, laptop, ou celular, sempre há uma nova atualização de software para os aplicativos, sistemas operacionais ou soluções de segurança. Deixando os serviços desatualizados, fazemos com que nossos softwares e dispositivos fiquem vulneráveis a ataques, já que os cibercriminosos procuram explorar falhas desatualizadas. Para que isso não se torne uma tarefa tediosa, você pode configurar as atualizações (de fornecedores confiáveis) para que sejam automáticas.

. Senhas – muitos dos problemas começam quando as senhas são criadas. Senhas simples são geralmente as mais usadas. Para que seja possível aproveitar as redes sociais com mais segurança, as senhas devem ser robustas, longe de datas ou nomes fáceis de adivinhar e de preferência com caracteres especiais (*,&,%,$,@,!). Se para você é difícil ter que lembrar de todas as senhas criadas, use um gerenciador de senhas. Dessa forma, você apenas precisará lembrar de uma senha.

. Links suspeitos – ao se deparar com algum link suspeito (seja na própria rede social, ou por um e-mail que finge se passar por ela) procure sempre meios oficiais para descobrir a veracidade do link, como o site oficial, ou a própria rede social com o selo de verificação. O motivo pelo qual estes ataques continuam sendo tão massivos é que funcionam muito bem para os cibercriminosos, considerando que conseguem enganar as vítimas usando a Engenharia Social para que cliquem sem pensar.

“Além de todas essas dicas, é sempre importante contar com uma solução de segurança confiável em todos os dispositivos”, acrescenta Daniel Barbosa, especialista em segurança da informação da Eset. Fonte e outras informações:
(www.eset.com/br).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap