Negócios em Pauta 31/12/2020 a 04/01/2021

A – Prêmio Nobel

O ex-ministro da Agricultura Alysson Paolinelli, de 84 anos, deverá ter a sua candidatura ao Prêmio Nobel da Paz de 2021 formalizada em janeiro. Engenheiro agrônomo formado pela Universidade Federal de Lavras, é um dos responsáveis pela maior revolução tropical agrícola da história: a que tornou viável a produção de grãos no Cerrado brasileiro em larga escala. Diversas entidades do agronegócio, universidades e profissionais do Brasil e de outros países passaram a apoiar a indicação de Paolinelli ao Nobel da Paz. Roberto Rodrigues, também ex-ministro da Agricultura, encabeça o movimento. Em 2006, Paulinelli ganhou o prêmio World Food Prize, espécie de Nobel da Alimentação, concedido a pessoas que ajudaram a melhorar a segurança alimentar no mundo.

B – Atendimentos Digitais

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran.SP) intensificou a prestação de serviço e ampliou em 67% a quantidade de procedimentos que podem ser feitos de maneira digital. Em 2019, eram 43 e agora são 72. Com isso, de janeiro a dezembro, foram realizados mais de 125 milhões de interações pela internet, tanto pelos sites e aplicativos do Detran e Poupatempo. Em 2019, foram 47 milhões. Dos principais serviços do órgão de trânsito, 90% deles já podem ser realizados online, dispensando a necessidade de ir até uma unidade física do Detran.SP ou posto do Poupatempo. Um exemplo de praticidade no serviço digital é a renovação da CNH.

C – Investimento e Negócios

A multinacional H&CO, especializada na prestação de serviços de SAP Business One, contabilidade, impostos internacionais e recursos humanos, iniciou seu processo de expansão e investimento na América Latina, vendo a região como uma grande oportunidade para investimentos e negócios. A companhia norte-americana, atualmente presente em 30 países, quer dobrar sua presença na região em 2021 por meio de investimentos nos principais mercados, como México, Brasil, Chile, Colômbia, Panamá e América Central. Ao fornecer serviços profissionais de alta qualidade em tempo hábil, conquista sólida reputação como consultora de confiança na área de impostos internacionais e serviços de impostos corporativos para pequenas e médias empresas. Visite (https://www.hcoadvisors.com/es/home).

D – Construção Civil

A plataforma Parceiro da Construção, iniciativa do Grupo Saint-Gobain (Quartzolit, Brasilit, Placo, Isover, Ecophon e Owa Sonex), disponibiliza, a partir de janeiro, 21 atividades, entre cursos, webinars, palestras e trilhas de conhecimento, com o objetivo de capacitar vendedores, revendedores, construtoras, engenheiros, arquitetos, consumidores e profissionais e iniciantes que atuam em toda a cadeia da construção civil. Os cursos e conteúdos abrangem temas relacionados à capacitação e aprimoramento sobre uso de materiais de construção, reformas, vendas e marketing. Para participar das capacitações, todas gratuitas, basta acessar o site (www.parceirodaconstrucao.com.br), preencher um cadastro e acompanhar a atualização e programação da agenda de cursos.

E – Plano de Expansão

A Michelin acaba de anunciar novo investimento no Amazonas. No total, serão investidos R$ 100 milhões entre 2021 e 2024. O investimento faz parte da segunda fase do plano de expansão da empresa na região e criará mais de 250 postos de emprego, aumentando em 26% o total de funcionários de sua unidade industrial no Estado. A expansão terá como principal objetivo a produção de pneus para motos e bicicletas. De 2017 a 2020, a Michelin iniciou seu processo de expansão na região com investimento similar, criando 367 novos postos de trabalho. Hoje, a empresa busca fornecedores para aumentar a produção e compra do látex do Amazonas localmente. Saiba maise em: (www.michelin.com.br)

F – Novidades Tributárias

No dia 13 de janeiro, às 20h, a Faculdade BSSP (Boa Sorte, Sabedoria e Prosperidade) trará, ao vivo, um tributarista de elite para apresentar um panorama das novidades tributárias e cenários das possíveis reformas. Liêda Amaral, professora da faculdade, mediará uma mesa com a participação do ex-secretário da Receita e atual integrante do Comitê de Peritos sobre Cooperação Internacional em Matéria Tributária da ONU, Jorge Rachid. Na companhia dos grandes tributaristas estará Edgar Madruga, coordenador do MBA em Contabilidade, Compliance e Direito Tributário. Além da presença de Fábio Rodrigues, coordenador do curso de Direito Tributário aplicado. Inscreva-se atravésdo link: (https://bssp.ac-page.com/tributarista-de-elite-lp).

G – Renove sua Casa

A tradicional campanha “Renove Sua Casa” da Camicado, que acontece entre os dias 7 e 17 de janeiro, traz itens para decorar, servir, cozinhar e organizar com descontos de até 50%. Entre as peças, destaque para as que levam o selo Home Style. Com 112 lojas físicas pelo Brasil e estratégia omnichannel, a rede especializada em casa e decoração oferece um mix de produtos como utensílios de cozinha, mesa, cama, banho, organização, eletroportáteis e itens licenciados. A marca é referência no mercado no serviço de listas de presentes, para noivas e noivos que procuram soluções completas para todos os ambientes da casa, com qualidade e estilo. A campanha acontece em todas as lojas físicas da rede, no site (www.camicado.com.br), e no aplicativo Camicado.

H – Cafés do Brasil

O Valor Bruto da Produção (VBP) dos Cafés do Brasil, que corresponde ao faturamento total das lavouras, tanto de arábica como de conilon, atingiu R$ 34,04 bilhões em 2020. O café conilon com receita de R$ 5,84 bilhões representou em torno de 17% desse faturamento e o café arábica, que atingiu R$ 28,2 bilhões, correspondeu a 83% do total. Com base nesses números, verifica-se que a cafeicultura participa com aproximadamente 5,7% do faturamento total das lavouras brasileiras, o que coloca o setor café em quinto lugar no ranking do VBP. Com relação à produção total em 2020, incluindo as espécies de café arábica e conilon, o volume físico apresentou um aumento de 25% em relação ao ano passado e atingiu o equivalente a 61,62 milhões de sacas de 60kg, produzidas em uma área de 1,8 milhão de hectares.

I – Empréstimo Pessoal

Pesquisa realizada pela fintech Bom Pra Crédito – marketplace que une credores e tomadores de empréstimos por meio de uma experiência única e 100% digital – para compreender o perfil do tomador de empréstimo em 2020, o Brasil é um país que quer pagar suas dívidas. De acordo com a startup, 53% dos brasileiros pediram empréstimo pessoal para ficar com as contas no azul. Ainda de acordo com o estudo, investir em um negócio (19%), comprar um veículo (7%), reformar um imóvel (6%), fazer compras (4%) ou comprar um imóvel (3%) seguem liderando o ranking de prioridades financeiras dos tomadores de empréstimo. Em um ano tão atípico, as finanças ficaram comprometidas, sendo necessário recorrer ao crédito para manter a organização das contas em dia. Saiba mais em: (https://bompracredito.zendesk.com/hc/pt-br).

J – Cascas de Arroz

Em torno de 22 mil toneladas de cascas de arroz foram transformadas em energia elétrica em 2020, pela usina própria da Fumacense Alimentos, localizada na unidade matriz da empresa, em Morro da Fumaça/SC. Ao todo, neste ano a estrutura gerou 6.293 MW/h, o que em um comparativo, seria suficiente para abastecer cinco mil residências de até três pessoas durante o mesmo período de 12 meses. Em um sistema de cogeração, a usina tem queimado 90 toneladas de cascas de arroz por dia na caldeira e produzido, com isso, 23 toneladas de vapor a cada hora. Neste cenário, 60% do vapor gera eletricidade por meio de uma turbina e os outros 40% são destinados ao processo de parbolização do grão, no setor fabril da empresa. Outras informações: (www.fumacensealimentos.com.br).

K – Docas do Rio

A Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), Autoridade Portuária que administra os Portos do Rio de Janeiro, Itaguaí, Niterói e Angra dos Reis encerra o ano de 2020 com um crescimento de 21% na receita. O faturamento de R$ 630 milhões significa o recorde e é o maior crescimento dos últimos 10 anos, numa sucessão de elevações consecutivas de 19,4% em 2017, 16,8% em 2018 e de 13,6% em 2019. O número histórico deve-se a uma conjugação de fatores: a sustentação das operações durante a pandemia, a resiliência dos operadores de contêineres durante a crise, a recuperação da movimentação do minério de ferro após uma queda em 2019, as negociações bem-sucedidas com parceiros comerciais e à grande elevação do preço do minério de ferro em reais. Saiba mais em: (www.portosrio.gov.br).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap