110 views 2 mins

Renan rechaça ‘mais e piores impostos’

em Manchete
quarta-feira, 02 de setembro de 2015

Jane de Araújo/Ag.Senado

Presidente do Senado, Renan Calheiros.

O presidente do Senado, Renan Calheiros, afirmou que o governo deve abandonar o “mantra obsessivo” em medidas que envolvam a criação de “mais e piores impostos”. A seu ver, a solução é partir para uma ampla reforma do Estado, com redução de ministérios, cargos comissionados e revisão de contratos. “O governo não cabe mais no PIB e precisa reavaliar todos seus programas e conferir uma prioridade real àqueles que devam ser mantidos”, defendeu.
Renan abordou a crise durante solenidade de instalação da comissão criada para cuidar da elaboração de anteprojetos com a finalidade de desburocratizar a administração pública. Sugerida pelo senador Blairo Maggi (PR-MT), a comissão deve atuar para melhorar, simplificar e modernizar o tratamento dado às empresas e cidadãos nos balcões do serviço público.
Renan disse que o Senado vem reagindo aos desafios desde a crise de 2013, quando “as ruas chacoalharam as instituições” em busca de uma agenda ética. E que a Casa fez sua parte e aprovou, em 20 dias, 40 projetos cobrados pela sociedade. Diante da crise econômica de agora, lembrou que foi lançada a Agenda Brasil. Observou que a pauta envolve um conjunto de 28 propostas, em três eixos, com potencial para reaquecer a economia, melhor o ambiente de negócios e trazer confiança ao país. “O Congresso se propõe a ser o facilitador dessa busca por soluções”, reafirmou, assinalado que cabe ao governo efetivar as medidas que forem aprovadas (Ag.Senado).