76 views 2 mins

Minha Casa passa a incluir famílias com renda de até R$ 9 mil

em Manchete
segunda-feira, 06 de fevereiro de 2017
Arquivo/ABr

Arquivo/ABr

As mudanças incluem reajuste no perfil de renda dos beneficiários.

Famílias com renda de até R$ 9 mil poderão ter acesso aos financiamentos do Minha Casa, Minha Vida. Atualmente, o limite para participar do programa era de R$ 6,5 mil. As faixas de renda do programa habitacional tiveram os limites reajustados em 7,69%, equivalente à variação da inflação pelo INPC, que encerrou o ano passado em 6,57%, mais 1,12 ponto percentual. O programa tem condições de financiamento mais vantajosas que o crédito imobiliário tradicional.
“O que vemos hoje é uma combinação virtuosa de estímulo ao setor com fortalecimento de um programa social da maior relevância, que é o Minha Casa, Minha Vida”, afirmou ontem (6) o presidente Michel Temer, durante o anúncio das mudanças.
Temer voltou a dizer que “há sinais” de que o crescimento econômico do Brasil seja retomado “já no começo do ano”.
“Tenho certeza que, com a valiosa contribuição de todos, o país vai derrotar a recessão, retomar o crescimento e gerar emprego. As condições para a revirada estão [postas]. O governo tem coerência, povo tem força e o Brasil tem rumo”, disse o presidente. O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, informou que as mudanças foram aprovadas na manhã de ontem de forma unânime pelo Conselho Curador do FGTS.
O presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção, José Carlos Martins, elogiou as medidas. “Nos últimos tempos o setor perdeu muito empregos e agora começamos a estimular [novamente a expansão por meio da construção]”. O governo também anunciou a meta de contatar o financiamento de 610 mil unidades habitacionais do Minha Casa, Minha Vida para este ano (ABr).