Governo não foi comunicado sobre troca de liderança do PMDB

Fabio Rodrigues/ABr
  • Save

Ministro-chefe da Secretaria de Governo, Ricardo Berzoini.

Brasília – O ministro da Secretaria de Governo, Ricardo Berzoini, disse que ainda não há, por parte do Planalto, uma definição sobre as relações com o novo líder do PMDB na Câmara, Leonardo Quintão (MG), e disse que o governo “não foi comunicado” sobre a troca da liderança do principal partido da base aliada da presidente Dilma Rousseff. “Esse procedimento só será avaliado a partir do momento em que formos comunicados. Portanto, não temos nada a dizer, respeitando a autonomia do PMDB”, afirmou em coletiva de imprensa.
O Planalto trabalhou pela manutenção do então líder Leonardo Picciani (RJ). Com a destituição do peemedebista fluminense, perdeu um aliado fundamental na busca de apoio do PMDB contra o impeachment. A atuação do vice-presidente, Michel Temer, segundo integrantes do PMDB, foi crucial para a destituição de Picciani. O novo líder já avisou, inclusive, que as decisões da bancada também passarão por Temer.
Berzoini afirmou também que ainda não há por parte do governo uma estratégia para acompanhar o julgamento pelo pleno do STF sobre a decisão que suspendeu a formação da comissão especial na Câmara para analisar o pedido de impeachment. “Ainda não tenho nenhuma orientação sobre isso. É um assunto que envolve quem propôs ação e aqueles interessados em contestá-la”, disse.
O ministro disse ainda que o governo não fez nenhum tipo de previsão sobre manifestações contrárias a presidente, marcadas para o próximo dia 13. Para Berzoini, as manifestações são naturais da democracia. “O processo democrático absorve essas manifestações para formar opinião. Não vejo problema”, disse (AE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap