Governo e Eletrobras podem liquidar Amazonas Energia se leilão fracassar

Governo temproario
  • Save

Ministro de Minas e Energia, Moreira Franco.

Foto: Valter Campanato/ABr

Brasília – O governo e a Eletrobras se preparam para liquidar a Amazonas Energia caso não haja interessados no leilão da empresa, marcado para quinta-feira (25). O ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, acredita que é possível haver interessados na compra da distribuidora, mas afirmou que o governo vai trabalhar, paralelamente, para manter a prestação do serviços aos consumidores em caso de fracasso.
Ele descartou a possibilidade de que o governo edite uma medida provisória para manter a Amazonas Energia nas mãos da Eletrobras. “Não tem como. O governo não é soberano. São decisões baseadas na lei”, afirmou o ministro. A Eletrobras decidiu não renovar as concessões das seis distribuidoras em 2016, e o governo não vai interferir nessa questão. “Essa decisão não é política e não é de governo”, afirmou.
Mesmo com a rejeição pelo Senado na última terça-feira do projeto que resolvia pendências da Amazonas Energia, o governo decidiu manter o leilão da empresa. A aprovação da proposta era considerada fundamental para atrair investidores privados, já que a lei flexibilizava perdas da empresa com roubos de energia – mais conhecidos como ‘gatos’. “O ambiente para a realização do leilão permanece”, disse o ministro. “Não trabalho com a hipótese de o leilão da Amazonas Energia dar vazio, mas estamos organizando alternativas caso isso ocorra”.
Ao lado do ministro, o presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Jr., disse que a expectativa a respeito da venda da Amazonas ainda é positiva. “Já vendemos quatro distribuidoras. Estamos otimistas com a venda das outras duas”, afirmou o executivo, em referência à Amazonas Energia e à Ceal (Alagoas) (AE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap