Como o Marketing de Incentivo ajudará as pequenas empresas no pós-pandemia

Prestes a completar seis meses de distanciamento social e medidas restritivas, a pandemia da Covid-19 trouxe impactos que vão muito além da crise sanitária. Diante de um dos piores colapsos econômicos desde a Grande Depressão (1929-1930), o cenário é particularmente preocupante para pequenos e médios empresários brasileiros.

Além da gestão de recursos, que acabaram ficando mais enxutos para o equilíbrio no fluxo de caixa, as lideranças também precisam estar atentas às novas necessidades de seu time, parte fundamental da engrenagem dos negócios. Com rotinas bruscamente modificadas, a mudança às pressas para o modelo de trabalho remoto e as inúmeras incertezas, manter o bem-estar e engajamento dos colaboradores tem sido um desafio constante.

  • Save
Imagem: Freepik

Por sorte, investir em estratégias de marketing de incentivo tem sido uma alternativa para estimular o senso de pertencimento dos funcionários e, consequentemente, impulsionar os resultados. Por isso, Rodolfo Carvalho, CEO da Incentivar.io, primeiro software de marketing de incentivo da América Latina, reuniu algumas dicas para sanar possíveis dúvidas sobre o que é essa prática e como ela pode dar o “gás” que as empresas precisam para recuperarem o tempo perdido. Confira!

  • Entenda o que é o marketing de incentivo: antes de mais nada, é preciso ter um entendimento claro do que é, de fato, esta prática. De uma maneira mais simplificada, podemos afirmar que campanhas de incentivo são maneiras de reter, engajar e estimular o público interno de uma companhia. Para isso, são realizadas um conjunto de ações e campanhas em que são estipulados objetivos e bonificações personalizadas;
  • Entenda as suas opções: agora que você já sabe para que serve o marketing de incentivo, está na hora de entender as opções de dinâmicas que podem ser adotadas. Além do clássico ranking, que estimula uma competição (saudável, claro!), também há a possibilidade de criar mecânicas no estilo “Bateu, ganhou”.

Essa alternativa é muito interessante, pois aqui você consegue engajar ainda mais, uma vez que o funcionário sabe que a conquista depende única e exclusivamente dele. Mas, atenção! As metas individuais devem ser realistas, caso contrário, o colaborador pode se sentir frustrado e o efeito ser o oposto do esperado nos resultados;

  • Save
Imagem: Freepik
  • Seja criativo: após definida a mecânica, está na hora de pensar na premiação. Existe uma falsa crença de que bonificar os funcionários se restringe a premiações em dinheiro. E pode até ser que esta escolha seja interessante em um primeiro momento, mas perceba que ela é muito mais impessoal e nem sempre atrativa.

Por isso, é interessante entender o que realmente “brilha os olhos” dos colaboradores. Será que não vale investir um pouco mais em experiências como cursos, jantares para dois ou, quem sabe, um dia de folga? Aqui, vale tudo para reconquistar o time;

  • Estipule prazos: mais do que estabelecer as metas que cada equipe e/ou colaborador precisa bater, é necessário estipular um prazo condizente com as demandas, para que cada um tenha tempo hábil de se reorganizar e encontrar estratégias mais assertivas para alcançar seus objetivos;
  • Menos é mais: a empolgação para criar uma campanha que realmente chame a atenção é necessária, mas é preciso ter parcimônia e evitar planos e metas mirabolantes. Isso porque quanto mais complicada for a dinâmica, é natural que, aos poucos, os participantes desanimem e desistam no meio do caminho. Para evitar o problema, crie campanhas claras, descomplicadas e que tragam chances reais;
  • Seja estratégico: da mesma maneira que você precisar traçar planos e cronogramas para conquistar e fidelizar consumidores, estratégia e organização também são necessárias para o público interno. Por isso, atente-se à comunicação e promoção da campanha para garantir uma adesão maior!;
  • Use a tecnologia a seu favor: caso ainda esteja perdido ou realmente não tenha tempo para criar uma estratégia do zero, a internet pode ser uma boa ferramenta para dar “aquela luz”. Use o recurso para buscar campanhas mais simples e templates prontos para usar como inspiração.
  • Save
Imagem: Freepik

Outra maneira bacana de usar a tecnologia a seu favor é a utilização de softwares de incentivo, como o da Incentivar.io , que liberou gratuitamente sua ferramenta para empresas com até 100 funcionários, na campanha “Vamos Incentivar”.

Por meio da plataforma, é possível ter acesso a todas as mecânicas do software, como site e aplicativos personalizados, painéis gráficos para que os gestores possam acompanhar a evolução das metas, além de contar com a ajuda de especialistas para garantir o sucesso da campanha.
Fonte e mais informações: (https://incentivar.io/pt/).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap