Coprodução: estratégia que impulsiona a venda de infoprodutos on-line

O crescimento exponencial do mercado digital trouxe diversas oportunidades para aqueles que desejam ter uma renda considerável. Inúmeros empreendedores vêem no comércio eletrônico, caminhos para trabalhar exclusivamente na internet com o intuito de consolidar sua marca ou produto nas prateleiras virtuais. A presença do e-commerce está cada vez mais forte, e não é por acaso.

Segundo pesquisa realizada pela Retailtech Bornlogic em parceria com a Opinion Box, a frequência de compras on-line aumentou 71% em 2021, e a expectativa para o futuro é ainda mais animadora. A crescente neste segmento traz grandes benefícios, porém, junto deles, os infoprodutores veem a necessidade de criar produtos de maior qualidade. Com isso em mente, muitos profissionais vão atrás de parcerias para desenvolver produtos digitais. Uma opção viável no cenário atual é a coprodução.

Pensando em auxiliar profissionais interessados em aderir a coprodução, a eNotas, única solução tecnológica do mercado que automatiza 100% do fluxo de emissão de NF-e em qualquer cidade do Brasil, lança o e-book gratuito ‘Guia para encontrar o expert perfeito para coprodução’ com informações e ensinamentos sobre o modelo de negócio. Para o CEO da startup mineira, Christophe Trevisani, o material é importante para aqueles que buscam novos conhecimentos para atuar no mercado digital.

“O e-book contém todas as informações essenciais e básicas para começar nesta área, além de dicas e direcionamentos para preparar profissionais para esta novidade que só tende a crescer no mercado atual”, afirma. O conceito da coprodução nada mais é do que a parceria entre um produtor e um coprodutor, que se reúnem para vender um infoproduto. Enquanto um fica responsável pelo desenvolvimento, o outro cuida do gerenciamento do lançamento, tráfego ou agência de lançamento.

Essa parceria geralmente é composta por pessoas de duas expertises diferentes, dessa forma, o produtor que não souber como lançar o produto para o mercado digital foca apenas no desenvolvimento, ao passo que o coprodutor desenvolve estratégias para alavancar as vendas. Com potencial para aumentar as chances de renda extra e impulsionar os serviços de coprodução, Trevisani destaca 4 benefícios extraídos do e-book que mostram porque essa modalidade de prestação de serviço se tornou tendência entre os infoprodutores.

  1. Networking – Uma das maiores vantagens do coprodutor digital é estabelecer contato com outras pessoas de diferentes áreas, sobretudo aquelas que ele ainda não domina. Entrando em contato com vários profissionais, é possível construir um networking diversificado, que figura como grande diferencial atualmente. A rede de contato ampla e bem diversificada pode ampliar as oportunidades de negócios no futuro, parcerias e proporcionar insights interessantes.
  2. Expertise – Outro benefício da coprodução é contar com um especialista. Desta forma, o infoprodutor não somente aperfeiçoa o produto, como se prepara para solucionar problemas tendo um expert do lado. Além disso, o produto passa a ter muito mais credibilidade, já que passou pelo crivo de especialistas que entendem do que estão falando.
  3. Divisão de tarefas – Na coprodução, tudo funciona em parceria. Por isso, é possível dividir as tarefas e garantir que tudo seja executado no prazo. Isso garante também mais economia para cada coprodutor no lançamento e venda do produto. Os custos serão divididos e será possível investir ainda mais no início do projeto, o que pode gerar um retorno ainda maior. Além disso, nenhum dos dois fica sobrecarregado com tarefas, contando também com suporte mútuo quando necessário.
  4. Rapidez na execução – A rapidez é outra vantagem bastante importante quando se pensa em produção e lançamento de conteúdo. Ter mais de uma pessoa viabilizando demandas de diferentes áreas, economiza tempo, ao passo que também traz mais segurança ao processo, reduzindo, também, os riscos de falha no lançamento. Afinal, quatro mãos trabalhando garantem que o projeto flua com muito mais facilidade.

Na plataforma, o profissional pode optar por distribuir automaticamente a responsabilidade de emissão da nota fiscal entre os coprodutores de acordo com o percentual de cada um, permitindo que seja emitido notas para os compradores somente na quantidade de venda proporcional ao percentual de coprodução. – Fonte e outras informações: (https://enotas.com.br/)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap