Confira quatro dicas para tornar seu evento online lucrativo

Uma das transformações sociais geradas pela pandemia foi a necessidade de adaptação de eventos para o online. Neste modelo, as inscrições costumam ser mais baratas, pois os custos para realização também são reduzidos – isso traz uma preocupação para os organizadores sobre a rentabilidade do negócio.

Pensando nisso, o especialista Leandro Reinaux, CEO e cofundador da Even3, startup de eventos online, elencou quatro dicas para ajudar organizadores a ter sucesso no ambiente digital. “Não adianta simplesmente replicarmos para o evento virtual tudo que fazíamos no presencial, pois a dinâmica é diferente e a estratégia provavelmente não dará certo. Por isso, precisamos considerar essa realidade e criar um modelo de negócio específico para as ocasiões online”, explica Leandro

Confira as dicas para se inspirar e conquistar cada vez mais público para seus eventos:

  1. – Vídeos “on demand” – Os vídeos gravados, que ficam disponíveis para os participantes assistirem quando quiserem após o término do evento, têm sido uma alternativa para os modelos online. Disponibilizar todas as palestras e conteúdos do evento pode ser um grande atrativo e funcionar como um bônus na compra do ingresso. Muitas marcas e eventos têm utilizado essa estratégia como diferencial.
  2. – Consultorias, “one-on-ones” e mais – Um alternativa para tornar o evento mais lucrativo é oferecer outros bônus, como uma conversa de 30 minutos ou uma hora com os palestrantes, consultorias ou bate-papos exclusivos com os participantes.
  3. – Tudo via videoconferência – As conversas podem ser individuais ou permitir a entrada de grupos. Assim, todos têm a chance de tirar dúvidas, solicitar análise de pontos de melhorias de negócios, pedir sugestões ou indicações de materiais complementares. É uma ótima forma do participante sair ganhando e você também.
  4. – Crie comunidades exclusivas – Um artifício muito utilizado no exterior pelos organizadores e que têm conquistado os brasileiros como diferencial é o acesso a comunidades exclusivas, como grupos de Facebook, Telegram e Whatsapp.
    “Ao criar comunidades, é possível desenvolver no participante o sentimento de pertencimento e exclusividade. Benefícios que ele só terá se participar do seu evento e que, consequentemente, agregam valor à inscrição”, explica Leandro.

No grupo, é possível ter acesso a materiais exclusivos, fazer networking com pessoas da mesma área ou com os mesmos interesses e ainda conversar com especialistas. Se o seu evento antes da pandemia costumava ser gratuito ou cobrar inscrições com valores simbólicos, uma forma de rentabilizar esse modelo para o digital é por meio de cotas de patrocínio. Eventos gratuitos ou com inscrições simbólicas têm a chance de trazer uma quantidade enorme de inscritos e o alcance no online é muito maior do que o presencial, já que quase não há barreiras físicas.

Se o seu negócio se encaixa nesse tipo de evento, foque em aumentar o número de inscritos e conquistar bons patrocinadores. “É possível colocar chamadas dos patrocinadores antes das palestras, falar deles ou agradecê-los pela participação no início do evento ou, quem sabe, sortear itens do próprio patrocinador ao longo das atividades”, finaliza. – Fonte e outras informações: (https://www.even3.com.br/).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap