Lazer e Cultura 13 a 15/08/2016

Circo

Cia. Navega Jangada
  • Save

A companhia circense Navega Jangada apresenta o espetáculo “Temos Vagas”

Com direção de Talita Cabral, a apresentação versa sobre dois palhaços, um jornaleiro e um artista, que passam a disputar por uma vaga em um circo antigo, sem saberao certo para qual função estão disputando. O divertido combate entre ambos leva-os à realização de diversos números clássicos, tais como O Homem mais forte do mundo, A Mulher Barbada, O Grande Mágico, entre outros. A encenação é toda construída sem falas, enriquecida pela música tocada ao vivo, inspirada por ritmos como Dixieland, Gypsy Jazz e Klezmer, e que exerce uma função narrativa, pontuando as cenas.

Serviço: Sesc Pinheiros, R. Paes Leme, 195, tel. 3095-9400. Domingos (14 e 21) às 16h. Entrada franca.

REFLEXÃO

EM LOUVOR DO EQUILIBRIO
“Toda a amargura, cólera, ira, gritaria e blasfêmia sejam retiradas dentre v´s, bem como toda a malícia”. – Paulo. (Efésios, 4:31.)
Na própria senda comum, surpreendemos a lição do equilíbrio que exclui todo assalto da violência e qualquer devoção à imundície. Nas cidades litorâneas, diques reprimem o mar furioso prevenindo calamidades e arrasamentos. Nos grandes edifícios modernos, pára-raios seguros coíbem o impacto fulminatório das faíscas elétricas. Desde tempos longevos, esgotos sólidos extraem detritos do pouso humano. Cada templo doméstico possui sistemas habituais de limpeza. Entretanto, no campo do espírito, o homem desavisado acalenta nas fibras do próprio ser o lodo da maledicência e o lixo da mágoa, libertando os raios da blasfêmia e a onda letal da ira, ferindo os outros e atormentando a si mesmo… Quantas enfermidades nascem dos pântanos da amargura e quantos crimes se configuram no extravasamento da cólera! Impossível enumera-los… Se a mensagem do Evangelho te anuncia as Boas Novas da Redenção, foge, assim, ao domínio da viciação e da crueldade. À frente da irritação e do desalento, da agressividade e da injúria, oferece o dom inefável de tua paz, falando para o bem ou silenciando na grande compreensão, porque em ti, que guardas o nome do Cristo empenhado na própria vida, o Reino do Amor deve começar.
Livro Palavras de Vida Eterna – F.C. Xavier.

Família

Espetáculo Família é Tudo Igual.
  • Save

Depois do grande sucesso de “Casal TPM” (mais de 600.000 mil espectadores), a Palco Cia de Teatro lança um olhar sobre a família na peça “Família é Tudo Igual”. Quatro atores se revezam para interpretar diferentes personagens que compõem a família brasileira atual. A mãe exageradamente zelosa, o pai que não quer que a filha namore, a avó saudosa de “seu tempo”, o filho viciado em internet… Essas e outras figuras compartilham o palco em um espetáculo que mostra momentos em família comuns a todos nós. Enquanto o ano passa, as famílias se reúnem. Ano Novo, Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia das Crianças, Natal… Um ciclo que se repete continuamente, no qual sempre há motivos para o encontro. E em meio a cafés, comidas e presentes, a família discute assuntos como o casamento, a criação dos filhos, as perdas, a afetividade e o amor. Com Andreza Crocetti, Sido Calesso, Amauri Ernani e Paula Giannini.

Serviço:Teatro Raposo, Rodovia Raposo Tavares, Jardim Boa Vista, Km 14,5. Sábados (13, 20 e 27) às 20h30. Ingresso: R$ 40.

Samba

Com mais de trinta anos de estrada, Jorge Aragão, um dos maiores nomes do samba, dono de hits como “Malandro”, “Coisinha do pai”, “Vou festejar”, “Enredo do meu samba”, “Eu e você sempre” e “Coisa de Pele”, se apresenta num show vibrante e cheio de musicalidade. Aragão apresenta uma “versão para cavaquinho” da clássica “Ave Maria” de Gounod e muitas outras canções do samba brasileiro.

Serviço: Teatro Porto Seguro, Al. Barão de Piracicaba, 740, Campos Elíseos. Terça (16) às 21h. Ingresso: R$ 40.

Comédia

“Doce traição” conta a história do fim do casamento de Laura e Otávio (em tempo real). A ação se passa numa noite na sala do apartamento para onde os dois se mudaram recentemente. A trama discute a independência do sexo em relação ao amor com um final absolutamente surpreendente. Com Patricia Naves e Rick Carvalho.

Serviço: Teatro União Cultural, R. Mario Amaral, 209, Paraíso, tel. 2148-2904. Sábado às 21h30. Ingresso: R$ 60. Até 27/08.

Foto

Se você parar para reparar nos pequenos detalhes de uma cidade grande como São Paulo, é possível que se surpreenda com a força da natureza em meio às massacrantes construções de concreto. Quem não apenas reparou no verde que floresce no cinza urbano, como registrou-os com suas lentes, foi a artista Laura Lydia.

Serviço: Luis Maluf Art Lab, R. Medeiros de Albuquerque, 9B, Vila Madalena, tel. 99344-4238. De terça a sábado das 13h às 18h. Entrada franca. Até 30/09.

Seguindo passos

A comédia “fantasmagórica Campignólia” é situada no período do Brasil colônia que conta a história do Comendador Despenteado, homem que, para conseguir obter o título de Barão, procura imitar todos os passos do histórico Barão de Itatiba. Com Aline Olmos, Lucélia Reis, Guga Cacilhas, Ivens Burg e Joana Piza.

Serviço: Espaço Parlapatões, Pça Franklin Roosevelt, 158, Centro. Terças e quartas às 21h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (Meia). Até 24/08.

Sobrevivência

No espetáculo “Como Todos os Atos Humanos da Cia. do Sopro”, uma filha relata ao público seu crime. E, a partir de um realismo fantástico que amplia o espaço entre o real e o abstrato, a peça compara atos inegavelmente perversos com corriqueiras buscas por sobrevivência. Com Fani Feldman.

Serviço: Teatro do Núcleo Experimental, R. Barra Funda, 637, Barra Funda, tel. 3259-0898. Quintas às 21h e sextas às 21h. Ingresso: R$ 40.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap