ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Dez dúvidas mais frequentes sobre o diabetes

Apesar do diabetes ser comumente abordado, há algumas dúvidas frequentes que precisam de esclarecimento, principalmente quando se leva em consideração o futuro da doença no Brasil. De acordo com a International Diabetes Federation (IDF), o problema já atinge 12 milhões de pessoas no país e, até 2035, a estimativa é de mais de 19 milhões de pacientes

 diabetes-tipo-2 temproario

Para ajudar a entender um pouco mais sobre o diabetes, a Dra. Priscilla Mattar, endocrinologista e gerente médica da Novo Nordisk no Brasil, farmacêutica líder mundial no tratamento do diabetes, responde algumas das perguntas mais abordadas sobre a doença.

1. O que é pré-diabetes?
É um estágio anterior da doença, que mostra um risco alto de desenvolve-la. Isto é, quando o indivíduo tem um valor de glicemia alterado que não chega a confirmar a doença, mas também não é normal. “Os pacientes com o quadro de pré-diabetes devem mudar o estilo de vida, principalmente no que diz respeito aos hábitos alimentares e à prática de atividades físicas”, explica a Dra. Priscilla. Alguns fatores de risco também podem contribuir para o desenvolvimento da doença, tais como idade acima dos 45 anos, excesso de peso, sedentarismo, hipertensão, entre outros.

2. Como diagnosticar o diabetes?
A doença pode ser diagnosticada por meio de diferentes exames de sangue:
Glicemia de Jejum – É o mais comum e realizado quando o paciente fica pelo menos oito horas sem se alimentar. Se o resultado for menor que 100 mg/dl, a pessoa não tem a doença. Acima de 126 mg/dl é considerado quadro de diabetes.
vicio-em-acucar temproarioTeste Oral de Tolerância à Glicose (Curva Glicêmica) – É feito, normalmente, para confirmar o diagnóstico sugerido nos outros tipos de exame. Feito em diversas etapas, o especialista coleta amostras de sangue em tempos determinados após o paciente ingerir um xarope de glicose. Após 2 horas dessa ingestão, se a glicemia estiver =200 mg/dL é confirmado o diagnóstico de diabetes e entre 140 e 199 considera-se pré-diabetes.
Glicemia ao acaso – Uma glicemia medida ao acaso =200 mg/dL, em paciente que tenha sintomas típicos de diabetes também é diagnóstico.
Hemoglobina glicada (HbA1c) – Esse exame estima quão alta ficou a glicose no sangue nos últimos meses. Se o resultado for =6,5% indica diabetes e entre 5,7% e 6,4%, pré-diabetes.

3. Pacientes com diabetes têm restrições alimentares?
Sim. O paciente deve ter uma dieta individualizada, mas, via de regra, com o controle da ingestão de carboidratos, sobretudo os simples. O ideal é ter o acompanhamento de um nutricionista especializado na doença que poderá orientar da melhor forma.

4. Diabetes causa cegueira?
A cegueira, que neste caso decorre de um estágio avançado da retinopatia diabética, é uma das complicações ocasionadas pelo não controle da doença. Há também outros problemas como dificuldade de foco, catarata, glaucoma e outros danos na retina. De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, até 40% dos pacientes portadores da doença podem ter esses tipos de complicações por falta de informação e ausência dos sintomas.

diabetes prato-saudavel temproarioNa prática, a retinopatia diabética ocorre quando os vasos sanguíneos da retina são danificados. A retina é o nervo responsável por projetar imagens e enviar ao cérebro. Quando o nível de glicose está elevado, o sangue fica denso, provocando problemas na circulação. Essa situação faz com que os vasos da retina sejam lesionados. Se chegar ao ponto de rompê-los, pode causar cegueira.

5. Quais são as complicações do diabetes?
As complicações crônicas principais podem ser divididas em dois grupos, as microvasculares, que causam danos nos vasos sanguíneos pequenos, e as macrovasculares, que atingem os grandes vasos.

As complicações microvasculares podem levar a problemas nos olhos (retinopatia), rins (nefropatia) e nervos (neuropatia). As complicações macrovasculares ocorrem devido à aterosclerose – acúmulo de gordura e outras substâncias nas artérias, restringindo a passagem do sangue – podendo levar à infarto (doença arterial coronariana), derrame (acidente vascular cerebral) e doença vascular periférica.

UHI agi2014 artigo 625 temproario6. Quais são os tipos de diabetes?
Os tipos principais de diabetes são conhecidos como 1, 2 e gestacional.
O diabetes tipo 1 é quando a produção de insulina é pequena ou ausente.
O diabetes tipo 2 é quando há produção de insulina, mas não o suficiente para retirar o açúcar do sangue.
Já o diabetes gestacional é desenvolvido durante a gravidez. Na maioria dos casos, após o nascimento do bebê, a doença desaparece.

7. Quais são as principais diferenças entre o diabetes tipo 1 e tipo 2?
O paciente de diabetes tipo 1 produz pouca ou nenhuma insulina, enquanto no tipo 2, essa produção não se dá nas quantidades necessárias. No tipo 1 é necessário o uso de insulina, que é um medicamento injetável. No tipo 2, além das mudanças no estilo de vida como alimentação balanceada, prática de atividades, pode ser necessário o uso tanto de medicamentos orais como injetáveis.

8. Quais são os principais sintomas?
Os principais sintomas do diabetes são sede excessiva, maior volume de urina, perda de peso, fome excessiva, cansaço e visão embaçada. Na América Latina, a estimativa é que metade das pessoas tem a doença, mas ainda não foi diagnosticada. Muitas vezes, isso acontece porque os sintomas não são exclusivos do diabetes, tornando mais imperceptíveis e fáceis de confundir com outros fatores. Exemplo: sede com o calor, cansaço com excesso de trabalho, entre outros. Por isso a importância de fazer exames periódicos garantindo que está tudo bem e, caso contrário, ter a oportunidade de tratar da maneira e tempo certo.

sintomas-Diabetes temproario9. Açúcar causa diabetes?
O consumo de açúcar isoladamente não pode ser apontado como causa da obesidade, diabetes ou outras doenças graves.
10. Quando o paciente tem de fazer a aplicação de insulina?
Geralmente, a insulina é aplicada em pacientes com diabetes tipo 1 e é uma entre as diversas opções de tratamento para controlar a doença no diabetes tipo 2. Há vários tipos de insulina no mercado e o especialista vai indicar a melhor de acordo com cada caso.

Fonte e mais informações em (www.novonordisk.com.br).

Mais artigos...

  1. Prática de atividade física pelos pais pode proteger filhos da obesidade
  2. Práticas corporais são eficientes para a saúde coletiva
  3. Amostras de pescado apresentam conservação inadequada
  4. Postura errada pode levar a graves problemas de saúde
  5. Subfertilidade feminina: o que é e como tratar
  6. Deputados votam texto que altera Estatuto do Desarmamento
  7. Os 50 anos do TUCA – Teatro da Universidade Católica
  8. Estudo traça panorama da transição do Brasil para TV Digital
  9. Realidade de times femininos vai de atletas sem chuteiras a clubes bem equipados
  10. Não há limites para quem sonha em pilotar
  11. Mudanças climáticas causam alterações no comportamento de beija-flores
  12. Os sentidos do “jeitinho brasileiro” em nossa cultura
  13. Mulheres engravidam mais velhas e congelamento de óvulos cresce
  14. Metodologias propõem olhares diferentes para alfabetização
  15. Vacinas de terceira geração terão “vetores de DNA”
  16. Terapias complementares ajudam no combate à infertilidade
  17. Incor comprova eficácia de exercícios fonoaudiológicoas no combate ao ronco
  18. Anil é anti-inflamatório e antioxidante, revela estudo
  19. MPF recebe 614 ossadas de possíveis desaparecidos políticos
  20. Deslocamento com bicicleta caiu em São Paulo de 2007 a 2012
  21. Guia Alimentar propõe novo olhar sobre a alimentação
  22. O colapso dos grandes herbívoros
  23. Marcha das Margaridas: 32 anos depois, líder ainda influencia mulheres do campo
  24. Cientistas procuram por abelha invasora na América do Sul
  25. Julgamento no STF pode levar Brasil a descriminalizar porte de drogas
  26. Mais fogo e menos água
  27. As novas cores da (des)igualdade racial no país
  28. Escolas rompem barreiras e levam crianças para ocupar e aprender na cidade
  29. Férias. É hora de aprender
  30. Biometria adaptativa é novo modo de avaliar identidade
  31. Demência vascular é mais comum que Alzheimer em idosos
  32. Imigrantes: as brechas para o acolhimento
  33. Pesquisa busca resgatar espaço memorial do teatro paulistano
  34. Santos Dumont, o Pai da Aviação, sim, senhor!
  35. Avaliação positiva do governo Dilma caiu para 7,7% em julho, mostra pesquisa
  36. Estatuto da Igualdade Racial completa 5 anos com desafio de equiparar direitos
  37. Estudo analisa a pluralidade do espiritismo kardecista
  38. Aumento de tamanho da próstata é normal e tem tratamento
  39. Brasil pode ser pioneiro em defensivos agrícolas naturais
  40. Crianças iam para a cadeia no Brasil até a década de 1920
  41. Especialistas dizem que intolerância é principal causa de linchamentos no Brasil
  42. Como transformar crise em oportunidade?
  43. Fruto amazônico tem efeito anti-inflamatório contra câncer
  44. Reservatórios de água ajudam sertanejos a conviver com a seca
  45. Divergência marca visões sobre patrimônio histórico
  46. Raul Seixas: o mito faz 70 anos e permanece vivo 25 anos após a morte
  47. Imigrantes atuam como embaixadores do Brasil nos Estados Unidos
  48. País pode ter Justiça mais ágil com a mediação
  49. Cadê o chinelo? Chi-ne-lo! Cadê o chinelo?!
  50. O papa ofuscaria todos os demais na Cúpula da ONU
  51. Senado incorpora visão humanista à legislação para migrantes no país
  52. Conheça o mundo bizarro da visão
  53. Pioneirismo e modernidade em surdina
  54. Treino combinado atenua obesidade
  55. Sistema carcerário não atende a Lei de Acesso à Informação
  56. É a vez de proteger os oceanos
  57. Lei das Estatais pode preencher vazios legais da administração pública
  58. Ano Novo Chinês: conheça as tradições milenares que marcam a data
  59. Acordo com ditadura possibilitou eleição de Havelange à FIFA
  60. Gestão de áreas verdes em São Paulo apresenta falhas
  61. As cinco regras para líderes em experiência do cliente
  62. Integrado, ma non troppo
  63. O poder do boca a boca
  64. Especial 22/04/2015
  65. Especial 19/03/2015

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171