Geral 09/08/2016

Olimpíada: nove aeroportos já receberam 3 milhões de passageiros

Com os Jogos Olímpicos, quase três milhões de passageiros desembarcaram em nove aeroportos brasileiros.
  • Save

A Secretaria de Aviação Civil divulgou ontem (8) balanço do fluxo de passageiros que desembarcaram para os Jogos Olimpicos Rio 2016

Entre os nove aeroportos que concentraram as chegadas ao país, passaram quase 3 milhões de passageiros. Apesar do grande fluxo, o percentual de atrasos não passou de 4,4% do total.
De acordo com levantamento, somente em São Paulo, o aeroporto de Guarulhos recebeu 715 mil pessoas e, no Rio, nos dois terminais aeroportuários – Galeão/Tom Jobim e Santos Dumont – foram transportados 595 mil passageiros na primeira semana da Olimpíada.
A previsão é que os novos picos sejam registrados no próximo dia 12, na chegada de passageiros para assistir as provas de atletismo; e entre os dias 20 e 22 no fim das competições, quando atletas voltam para seus países. São esperados embarques de 95 mil pessoas nessas datas, segundo o ministro da Secretaria de Aviação Civil, Maurício Quintella.
O ministro da Aviação disse que medidas de seguranca serão mantidas e lembrou que as pessoas devem antecipar o check-in e chegar com duas horas de antecedência nos terminais. Ao adotar padrões internacionais de seguranca, os aeroportos exigem maior rigor no raio-x de bagagens e na revista pessoal aleatória de passageiros.
Quintella comentou, ainda, o índice de pontualidade dos voos nos nove aeroportos monitorados, acima do registrado na Copa do Mundo, em 2014. Atrasos de 15 minutos foram registrados em 4,4% dos voos, abaixo da meta de 15%. Na Copa, o atraso médio foi de 8,8% das operações. A fila no check-in doméstico tomou 11 minutos e no internacional, 5 minutos. A imigração não passou de 10 minutos, mas o tempo de restituição de bagagem internacional chegou a quase uma hora para quem chegava do exterior.
O ministro também comemorou o interesse de empresas no leilão que vai conceder a administração de quatro aeroportos públicos à iniciativa privada.
A expectativa é que – ainda em 2016 – sejam leiloados os aeroportos de Fortaleza, Salvador, Porto Alegre e Florianópolis. O edital ainda não foi publicado (ABr).

Imperador do Japão indica que pode abdicar

Imperador japonês Akihito.
  • Save

Aos 82 anos, o imperador japonês Akihito manifestou, em uma rara e esperada mensagem veiculada em rede nacional, sua disponibilidade a abdicar do cargo. “Estou preocupado que possa se tornar difícil para mim realizar minhas responsabilidades como símbolo do Estado com todo meu corpo e alma, como vim fazendo até agora”, disse no pronunciamento.
Todo o país parou para ouvir o imperador, que falou pela segunda vez em quase trinta anos com a população. A primeira vez foi em 2011, após o tsunami que afetou a usina nuclear de Fukushima. “Quando um imperador está doente ou seu estado de saúde é grave, me preocupa que, como aconteceu no passado, a sociedade sofra ou a situação possa impactar nas vidas das pessoas. Em algumas ocasiões penso como seria possível evitar esta situação”, acrescentou.
Em momento algum, no entanto, Akihito falou em abdicar, algo que é proibido pela legislação local. Preocupado, o primeiro-ministro Shinzo Abe disse que estudará a melhor forma de ajudá-lo. Segundo a imprensa local, após quase 30 anos no cargo, ele enfrenta problemas de saúde e já teria iniciado os preparativos para “uma sucessão estável”. O primeiro na linha de sucessão é seu primogênito, Naruhito, de 56 anos.
Se confirmada sua saída do cargo, será o primeiro imperador da era moderna a tomar uma decisão do tipo. Akihito subiu ao trono em janeiro de 1989, depois da morte de seu pai, Hirohito – famoso por liderar o país durante a II Guerra Mundial. Ele é conhecido, entre outras coisas, por, em 1959, ter sido o primeiro príncipe herdeiro a se casar com uma plebeia, Michiko Shoda, sua atual esposa (ANSA).

Cartórios se preparam para emissão da Apostila da Haia

Os cartórios das capitais brasileiras começam a solicitar à Casa da Moeda os papéis de segurança para emissão da Apostila da Haia, que começa a vigorar a partir do próximo dia 14. O uso da apostila tornará mais fácil, rápido e menos burocrático a validação dos documentos emitidos no Brasil para uso no exterior. A Convenção sobre a Eliminação da Exigência de Legalização de Documentos Públicos Estrangeiros (Convenção da Apostila) foi regulamentada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) por meio do Sistema Eletrônico de Informações e Apostilamento (SEI Apostila).
De acordo com o comunicado da Anoreg/BR, os cartórios devem solicitar individualmente à Casa da Moeda do Brasil os papéis de segurança pelo e-mail ([email protected]). A Apostila da Convenção da Haia consiste em um certificado utilizado em âmbito internacional como facilitador de transações comerciais e jurídicas, por consolidar informações necessárias para conferir validade a um documento público em outro país signatário do tratado, em vigor desde 1965. Para ampliar a segurança dos documentos certificados, a apostila brasileira será emitida tanto em meio eletrônico quanto em meio físico, o que permite uma dupla verificação da autenticidade (Ag.CNJ).

INSS para clientes do BB

A partir de agora, os aposentados e pensionistas que recebem o benefício do INSS pelo Banco do Brasil poderão realizar o saque nos caixas eletrônicos Banco24Horas em todo o País. A novidade está disponível para as transações utilizando cartões da previdência social com chip.
Com isso, os aposentados e pensionistas podem contar com uma rede de mais de 19.000 caixas Banco24Horas instalados em todo o Brasil, em supermercados, padarias, shoppings, postos de gasolina, entre outros comércios. Os caixas eletrônicos ficam disponíveis 24 horas por dia, sete dias por semana (conforme o horário de funcionamento dos estabelecimentos onde estão instalados).
Para encontrar o caixa eletrônico mais próximo, de forma rápida e segura, o cliente bancário pode baixar o aplicativo Busca Banco24Horas em seu smartphone ou tablet. O app é gratuito e está disponível para Android, iOS e Windows Phone. A consulta também pode ser feita pelo site (www.banco24horas.com.br).

100 anos da aparição de Nossa Senhora de Fátima

Os irmãos Francisco e Jacinta e Lúcia, prima dos dois.
  • Save

A comissão organizadora do centenário das aparições de Nossa Senhora de Fátima, em Portugal, preparou uma extensa programação para comemorar o evento religioso, em maio do ano que vem. Para a Igreja católica, é um acontecimento histórico. Haverá ciclos de música sacra, produção de documentários, lançamento de livros, exposições, concertos, performances, fóruns de estudo, apresentação de coros infantis, oficinas musicais criativas e oficinas de esculturas, entre outras atividades.
A comemoração do centenário remete ao ano de 1917, quando três pequenos pastores – os irmãos Francisco e Jacinta e Lúcia, prima dos dois – afirmaram ver a imagem de Nossa Senhora na Cova da Iria, local a 2,5 quilômetros da cidade de Fátima. Segundo relatos da época, naquele ano, Nossa Senhora teria aparecido várias vezes para as três crianças entre maio e outubro. No dia 13 de outubro, uma multidão teria presenciado o chamado Milagre do Sol, quando, repentinamente, uma chuva que caía cessou e as roupas das pessoas secaram instantaneamente.
Ainda para a programação do centenário, serão produzidos spots de rádio com personalidades que farão depoimentos sobre Fátima, haverá um mural online para os peregrinos deixarem recados e lançamento de jogos infantis para tablets. Estão previstas também visitas a mosteiros e dioceses portuguesas, além de concursos de jornalismo e fotografia. A fama da cidade como local de peregrinação transformou o local em um dos destinos mais procurados de Portugal, atraindo milhares de peregrinos e visitantes todos os anos (ABr).

Com apenas 12% de vereadoras, país avançou pouco na equidade de gênero

O percentual de vereadoras eleitas no país nas últimas eleições municipais em 2012, de apenas 12%, revela que a equidade de gênero na política ainda está longe de ser alcançada. O assunto foi debatido ontem (8), na capital paulista, no seminário Desafios para a Igualdade de Gênero nas Eleições Municipais de 2016. O evento foi promovido pelo Instituto Patrícia Galvão.
Segundo dados coletados pelo Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam) e pelo Centro Feminista de Estudos e Assessoria (Cfemea), em 2012 venceram as eleições 7,65 mil vereadoras (12% do total), contra 49,78 mil vereadores. Candidataram-se 134 mil mulheres (31% do total) e 286 mil homens.
“As estimativas dizem que, no Brasil, levaremos 150 anos para atingir a paridade entre homens e mulheres. O país está entre os 60 com pior desempenho da presença da mulher no Parlamento”, disse a pesquisadora Adriana Vale Mota, do Ibam.
A Lei de Cotas estabelece um percentual mínimo de 30% de mulheres no total de candidaturas, com exceção dos cargos de prefeita, governadora e presidente. Em 2012, foram eleitas 665 prefeitas (12% do total), contra 4,95 mil prefeitos. Candidataram-se 2 mil mulheres (13% do total), contra 13 mil homens. Em 2008, foram eleitas 504 prefeitas, ou seja, 9,07% do total. Em 2004, eram 404 prefeitas (7,3% do total) (ABr).

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap