186 views 3 mins

Gerenciamento empresarial e integração com marketplaces

em Espaço empresarial
terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

O comércio eletrônico brasileiro vive uma boa fase desde o ano passado, e em 2021 tem desafios e oportunidades para continuar em alta. Após crescer 56% em 2020, de acordo com a ABComm, e alterar o padrão de consumo dos brasileiros, empreendedores e lojistas querem aprender a atuar com mais profissionalismo no digital e buscam parcerias e sistemas de gerenciamento que os ajude a ampliar sua atuação na internet e ter maior controle das rotinas administrativas da empresa.

Observando este cenário, o Bling, sistema de gerenciamento empresarial ERP para MEIs e PMEs, firmou parcerias com grandes marketplaces e redes varejistas e lançou integrações em sua plataforma, com o objetivo de ajudar ainda mais empreendedores. “Presenciamos diversos lojistas migrarem para o digital, que é a nova realidade para esse empresário e, a partir de agora, vai apostar em diversos canais de vendas para alcançar um número maior de cliente”, explica Sidney Zynger, sócio-diretor do Bling.

“Além de alcançar um número maior de clientes, esse lojista está focado em melhorar a experiência do usuário e, por isso, quer profissionalizar ainda mais todos os processos de gestão da loja virtual”, continua. Indo na contramão da crise econômica, a empresa cresceu 67% em 2020 e oferece aos seus 46 mil clientes integração com o sistema dos Correios, que cuida desde a armazenagem e controle de pedidos e envios.

Além da opção de logística, o Bling firmou parceria com outros importantes marketplaces como Magalu, Mercado Livre, B2W, e recentemente com o GPA – que possibilita ao lojista divulgar e vender uma grande variedade de produtos, entre eles: Alimentação saúdável, bebidas, utensílios domésticos, brinquedos, móveis e muito mais e com a Shopee. Além de integrar a loja digital, o empreendedor automatiza cadastro de produtos, importação de pedidos, emissão de notas fiscais e controle de estoque.

“Essas integrações dão ao lojista mais autonomia e tornam o processo mais dinâmico e profissional”, comenta Zynger. “Ele economiza tempo administrativo e operacional e dinheiro, já que vai centralizar todas as demandas em uma mesma plataforma”, finaliza. – Fonte e outras informações: (www.bling.com.br).