Indústria tem alta no faturamento, emprego e salário, diz CNI

A indústria registrou alta no faturamento, no emprego, na massa salarial e no rendimento médio. É o que mostra a pesquisa Indicadores Industriais relativa ao mês de junho, divulgada ontem (3) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Os dados refletem um ambiente econômico mais favorável para a indústria de transformação, que atingiu o ponto mais alto de 2022. A indústria de transformação ainda enfrenta gargalos que dificultam o aumento da produção, mas na medida em que a atividade econômica se recupera, a indústria tem obtido avanços graduais.

O gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo, alerta que o segmento tem conseguido contornar ou minimizar as dificuldades relacionadas ao fornecimento de insumos e matérias-primas. “Observamos alta no faturamento real, além da recuperação do emprego e dos rendimentos desacompanhada do aumento das horas trabalhadas e da utilização da capacidade instalada, que permanece elevada, sem variações expressivas desde o início do ano”, detalha o gerente da CNI.

Os Indicadores Industriais apontam uma alta do faturamento real da indústria de transformação de 0,9% em junho, na comparação com maio. Segundo os dados, o faturamento chegou ao mesmo nível de um ano atrás, ficando apenas 0,1% abaixo do índice de junho de 2021. O emprego industrial avançou 0,4% na comparação com maio, acumulando a segunda alta consecutiva depois de três meses de quedas moderadas. Em relação a junho do ano passado, o crescimento é ainda maior, 2%.

A pesquisa mostra, ainda, que as horas trabalhadas na produção se mantiveram estáveis em junho após o avanço de maio. Com a estabilidade, as horas trabalhadas na produção se mantêm em patamar próximo ao do começo de 2022 e acima do praticado em 2021. Na comparação com um ano atrás, o crescimento foi de 3,8%. Fonte: AI/CNI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap