Contas externas têm saldo negativo em novembro

O déficit em transações correntes, que são compras e vendas de mercadorias e serviços e transferências de renda do Brasil com outros países, chegou a US$ 2,164 bilhões em novembro, segundo dados divulgados pelo Banco Central (BC). O resultado é inferior ao registrado em igual mês de 2018: déficit de US$ 3,052 bilhões. De janeiro a novembro, o déficit atingiu US$ 45,047 bilhões contra US$ 35,424 bilhões em igual período do ano passado.

O superávit comercial chegou a US$ 2,777 bilhões em novembro e acumulou US$ 34,648 bilhões nos 11 meses do ano, contra US$ 3,578 bilhões e US$ 47,070 bilhões nos mesmos períodos de 2018, respectivamente. A conta renda primária (lucros e dividendos, pagamentos de juros e salários), que também faz parte das transações correntes, ficou negativa em US$ 2,916 bilhões em novembro e em US$ 49,290 bilhões em 11 meses.

A conta de serviços (viagens internacionais, transporte, aluguel de investimentos, entre outros) registrou saldo negativo de US$ 2,065 bilhões em novembro, e de US$ 31,585 bilhões de janeiro até o mês passado. Com o dólar em alta, as despesas de brasileiros em viagens ao exterior caíram em novembro. No mês passado, os gastos totalizaram US$ 1,247 bilhão, contra US$ 1,385 bilhão em novembro de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap