Exportação de café atinge US$ 1,80 bilhão no primeiro quadrimestre

  • Save
Estados Unidos se destacam em primeiro lugar, com 2,7 milhões de sacas de 60kg adquiridas no período. Foto: safraes.com/reprodução

As exportações dos Cafés do Brasil, no primeiro quadrimestre de 2020, atingiram um volume físico equivalente a 13,30 milhões de sacas de 60kg e receita cambial de US$ 1,80 bilhão, com o preço médio da saca de 60kg a US$ 134,82. Desse volume exportado, 10,96 milhões de sacas foram de café arábica, 1,01 milhão de sacas de café robusta, 1,32 milhão de sacas de solúvel e apenas 7,08 mil sacas de 60kg de café torrado e moído.

Com base nesta performance, se for estabelecido um ranking dos dez países que mais importaram o produto brasileiro, verifica-se que os Estados Unidos se destacam em primeiro lugar, com 2,7 milhões de sacas de 60kg adquiridas no período, cujo volume físico correspondeu a 20,2% do total. Na sequência vem a Alemanha, com 2,4 milhões de sacas, número que equivale a 18,1% das exportações brasileiras de café. Em terceiro lugar destaca-se a Itália, a qual importou do Brasil 1,2 milhão de sacas de café de 60kg, que correspondem a 9,1% do volume total citado anteriormente.

Na sequência, a Bélgica, na quarta posição, com 767 mil sacas (5,8%); Japão, em quinto, com 632,4 mil sacas (4,8%); a Federação Russa, em sexto, com 426,2 mil sacas (3,2%); e, na sétima posição, a Turquia, com 394,1 mil sacas (3%); oitavo, a Espanha, com 327,7 mil sacas (2,5%); nona posição, o Canadá, com 296,5 mil sacas (2,2%); e, por fim, a França, décima colocada, com 281,4 mil sacas importadas, volume que equivale a 2,1% das exportações dos Cafés do Brasil no período estudado (AI/Embrapa Café)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap