266 views 7 mins

O que esperar do mercado de eletroeletrônicos?

em Destaques
domingo, 28 de janeiro de 2024

A GfK preparou uma análise minuciosa das próximas tendencias apresentadas durante a Consumer Electronics Show (CES) 2024. Os especialistas da GfK que estiveram presentes no evento destacam cinco grandes movimentos no setor:

  • IA entrando no ambiente doméstico e ganhando relevância nas casas das pessoas
  • TVs e monitores no centro da inovação
  • Sustentabilidade
  • Segurança
  • A convergência entre tecnologia de consumo e produtos de mobilidade

De acordo com o estudo “Casa Conectada (2023)” da GfK, 86% dos lares contam com pelo menos um item smart, sendo praticidade e comodidade as principais razões para possuir tal produto. Este conceito de “Casa Conectada” ganhou força desde a pandemia, onde as pessoas focaram mais em seus lares, buscando criar um ambiente favorável para o descanso, trabalho e entretenimento,

Na CES 2024, esses benefícios trazidos pelos produtos conectados puderam ser percebidos diretamente, onde as marcas apresentaram não somente aparelhos conectados, como foram além e trouxeram produtos amparados por Inteligência Artificial. Churrasqueiras elétricas que podem cozinhar a carne de acordo com o gosto da pessoa, até máquinas que fazem seu drink favorito, e que trabalham com multicápsulas para preparar o café de acordo com sua preferência.

Carolina Motta, diretora de Contas Estratégicas América Latina da GfK, afirma que: “Os robôs inteligentes multitarefa foram um dos destaques. Algumas versões apresentadas contam até com Machine Learning, para continuamente seguirem os padrões e hábitos dos usuários e assim fornecer serviços mais inteligentes e personalizados. Esses robôs foram apresentados como conceito há alguns anos e agora estão perto de se tornarem realidade, com planos de lançamento no varejo em 2024”.

Na categoria televisores, espera-se que as marcas consolidem as suas promessas de inovação tanto na forma como no conteúdo. A indústria está redefinindo a TV como o centro inteligente da casa para se tornar uma base de comando doméstico inteligente, uma plataforma de comércio eletrônico e uma câmera integrada, e tudo isso com visualização interativa e não linear.

Na América Latina, o Brasil é o país que mais cresceu em unidades vendidas de TV nos últimos cinco anos, totalizando 6% de crescimento no período, enquanto o restante da região caiu -1%. Mas a indústria segue investindo e as TVs transparentes, que antes eram apresentadas como conceitos, agora se tornam realidade com lançamentos ainda este ano.

A indústria de eletroeletrônicos também está antenada no comportamento do consumidor quando o assunto é sustentabilidade. De acordo com o último estudo global da GfK no tema “Sustentabilidade Global, consumidores resilientes demandam mais das marcas”, 73% dos consumidores no mundo declaram achar importante que as empresas tomem ações ambientalmente responsáveis.

“No ano passado, a sustentabilidade foi o grande mote da CES, com todas as empresas trazendo suas inovações neste sentido. Para 2024, todas as marcas já mostraram um amadurecimento, dando continuidade as ações apresentadas anteriormente e trazendo novidades como parques de produção neutros em carbono, logística reversa e a exclusão do plástico em embalagens”, destaca Henrique Mascarenhas, diretor Comercial da GfK.

De acordo com o estudo “ID SmartHomes”, as pessoas classificam a segurança entre os três principais atributos na hora de escolher um produto conectado para suas casas, juntamente com conveniência e praticidade. E as marcas estão trabalhando para proteger seus clientes com soluções aprimoradas e mais desenvolvidas para seus dispositivos, com foco na segurança dos dados e na privacidade do cliente e de sua casa inteligente.

Eunha Choi, Diretora de Contas Estratégicas América Latina da GfK, explica que as marcas trouxeram ao mercado soluções muito mais avançadas para garantir segurança aos consumidores de itens conectados para casas inteligentes.

“A indústria de tecnologia trabalha para proteger a privacidade e a segurança dos consumidores. Seja um smartphone, itens da categoria de entretenimento ou eletrodomésticos conectados, este ano podemos esperar que os consumidores se sintam mais seguros com a sua experiência smarthome, o que ajudará a impulsionar mercado de eletrodomésticos inteligentes”.

Quando o assunto é convergência tecnologia com mobilidade, o ano de 2024 será um grande divisor de águas para o setor, indo muito além do crescimento da penetração de carros elétricos. Rui Agapito, diretor de Contas Estratégicas América Latina da GfK, destaca que “os carros serão os novos smartphones sobre rodas.

Segundo o estudo global “The Future of Mobility 2023”, mais de 70% dos compradores considerarão adquirir um carro de uma marca diferente, se esta oferecer tecnologia de ponta em entretenimento no automóvel”. As marcas, não só fabricantes de carros como as maiores big techs do mundo estão trabalhando para aprimorar cada vez a experiência por trás do volante.

As soluções apresentadas no evento de Las Vegas incluem streaming em tempo real, vídeos e música em alta definição com a mesma qualidade de som e imagem desfrutada em casa; acesso remoto aos proprietários de automóveis e até informações sobre onde o carro está estacionado, permitindo controle de temperatura, informações de direção para segurança, abertura automática de porta de garagem e sistema de copiloto para uma direção preditiva.

Fonte e mais informações: (https://www.gfk.com/home).