Índice Big Mac mostra real com subvalorização de 32,0%

O real, uma das moedas emergentes com pior desempenho ao longo do último ano, está subvalorizado em 32%, segundo o popular índice Big Mac, calculado semestralmente pela revista britânica The Economist.

Na edição anterior do indicador, divulgada em julho, essa subvalorização era de 10,6%
O preço do tradicional sanduíche no Brasil é de R$ 13,50 (US$ 3,35) e a taxa de câmbio de mercado usada na pesquisa é R$ 4,02. Entretanto, o índice Big Mac indica que a taxa de câmbio, com base no custo do sanduíche, deveria ser de R$ 2,74. De acordo com a pesquisa, a subvalorização do real atualmente é a maior desde maio de 2004 (41,4%).
Das 48 moedas acompanhadas pela revista, a mais frágil é o bolívar venezuelano, com uma subvalorização de 86,5%, seguida do rublo russo (-69,0%), a grívnia ucraniana (-68,7%), o rand sul-africano (-64,1%) e o ringgit malaio (-63,1%). Apenas três estão sobrevalorizadas em relação ao dólar: o franco suíço (+30,7%), a coroa sueca (+6,1%) e a coroa norueguesa (+5,8%) (AE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap