Banking as a service (BaaS): o sistema que possibilita ter o seu próprio banco

O mundo tem acompanhado as diversas transformações provocadas pela revolução digital em diversos setores, inclusive no financeiro onde cada vez mais a tecnologia tem auxiliado a população a ter mais liberdade e segurança na gestão de suas finanças. A exigência por esse maior controle e autonomia tem despertado ainda mais o interesse de consumidores em serviços disponíveis 24 horas. Esta aliança de tecnologia e gestão financeira tem ganhado espaço principalmente pela atuação das fintechs.

No dia a dia do mundo corporativo, cada vez mais as soluções e partes do negócio recebem o sistema “as a service”. Uma das novidades e que cada vez mais ganha adeptos é o serviço de banking as a service – solução que permite que qualquer empresa tenha o seu próprio banco ou operação bancária, mesmo sem nenhum expertise sobre o mercado financeiro ou até mesmo licença do Banco Central .

De acordo com um levantamento de tecnologia bancária realizado pela Febraban, em 2019, as transações bancárias cresceram 11% em 2019, registrando 89,9 bilhões de operações, enquanto as operações pelo Mobile Banking tiveram um aumento de 19% no mesmo período, puxado pelo incremento de 41% nas transações com movimentação financeira. Com o auxílio do BaaS, diversas startups e fintechs podem oferecer uma série de serviços que antes eram exclusividade das grandes instituições bancárias.

De acordo com Francisco Carvalho, fundador e CEO da Zipdin, plataforma 100% digital que tem o objetivo de democratizar o acesso ao crédito e a serviços bancários para pessoas e empresas, “esse serviço permite que mesmo negócios que não são voltados para mercado financeiro possam explorar as oportunidades para oferecer produtos e serviços de um banco digital para seus clientes e fornecedores, como operações de crédito, contas digitais, investimentos e outros”, afirma.

Ainda segundo o executivo, foi com o objetivo de tornar o crédito acessível que nasceu a Zipdin. “Somos uma Techfin especializada e pioneira na prestação dos serviços de Bank as a Service (BaaS) e Consignado as a Service (CaaS). Começamos com Bank as a Service e não paramos mais. Estamos em constante evolução, expandindo e criando novos serviços e experiências mais positivas. Usamos tecnologia de ponta para desenvolver soluções de crédito descomplicadas, eficientes e customizadas para cada parceiro que deseja desenvolver suas operações financeiras”.

O executivo listou alguns pontos para explicar melhor as oportunidades e facilidades do BaaS. Confira:

• Qualquer empresa pode usufruir do Banking as a Service: não há uma limitação de setor ou área de atuação para definir se você pode contratar o BaaS. Por ser uma plataforma totalmente flexível e modular, o BaaS da Zipdin atende de startups/fintechs a grandes empresas e todos têm algum serviço e/ou produto para oferecer aos seus clientes e/ou fornecedores;

• Atrair e reter mais clientes: quando se oferece um serviço rápido e inovador, as chances de atrair e fidelizar a clientela aumenta pelo fato de conhecer melhor o seu público e criar soluções sob medida para suas necessidades dentro do próprio ecossistema que já se encontram;

• Oportunidade Ganha-Ganha: diferente das taxas cobradas pelos bancos tradicionais, ao oferecer produtos e serviços financeiros digitais aos seus clientes ou fornecedores, a nova Fintech pode cobrar preços muitos diferenciados por diversos motivos, tais como: baixo custo de aquisição de clientes, cross selling de produtos e serviços e baixo custo para implantação e manutenção da infraestrutura necessária devido ao compartilhamento com outras Fintechs na mesma situação;

• Agilidade e modelo inovador: o sistema, além de permitir que sua empresa ofereça serviços bancários sem precisar se tornar um banco, garante a realização em tempo recorde e atendendo as expectativas do consumidor com uma experiência personalizada, unindo a vantagem de aproveitar uma infraestrutura já existente com a possibilidade de customizações necessárias de acordo com o modelo de negócio de cada operação;

• Segurança nas operações: Oferece segurança de dados pois as informações são processadas via APIs e são aplicadas diversas regras e camadas de segurança que são aplicadas de forma mais fácil devido à grande escala das operações das diversas Fintechs atendidas pela mesma estrutura.

One thought on “Banking as a service (BaaS): o sistema que possibilita ter o seu próprio banco

  • 7 de janeiro de 2021 em 16:55
    Permalink

    Uma ótima oportunidade para evolução do sistema bancário. É um setor que precisa de revolução principalmente no Brasil.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap