203 views 3 mins

Livros em Revista 14/01/2023

em Ralph Peter
sexta-feira, 13 de janeiro de 2023

O Jornaleiro da Guerra

Celio Ashcar Jr. – Celio é um profissional de comunicação e de mercado, muito sério, todavia, um ser profundamente apaixonado. Suas tintas denotam um espirito bem entrosado com a natureza amorosa. Ao criar esse drama, num cenário tétrico da Segunda Guerra , numa Polonia invadida pelos nazistas, Celio evidencia muita sensibilidade. Duas pessoas descobrem-se apaixonadas, todavia separadas por motivos políticos. Ela é judia. Ele alemão. Uma união praticamente impossível, naquele que se tornaria palco de horrores. Um final surpreendente tomara de assalto o leitor que não largara o livro até seu término. Indicado para jovens sentirem a frieza daqueles tempos e para adultos emotivos, com finos sentimentos. Emocionante!

Feita de Palavras

Luiza Bugelli Valença – Nova Onda – Luiza, uma poetisa debutante na edição literária com “jeitão” de veterana. Desde menina escreve, jamais parou e, queiram as forças benfazejas do universo que isso nunca ocorra. Uma obra singela, clássica, todavia com nuances de espirito inventivo, irrequieto . Em cada título uma ilustração ou trabalho gráfico, empreendido pela própria autora. Versos bem ritmados, alguns sem métrica. E dai? O que vale é que seu intento foi atingido. Fez-se ouvir , com tinta e coração, e levou um ótimo entretenimento ao leitor. Aguardemos ansiosamente os próximos feitos. Com certeza receberá merecido reconhecimento do mercado. Sucesso!

Viver na Alma: Amar o que é, amar o que somos e amar os que são

Joan Garriga Bacardi – Edit Sim à Vida – Além de tantos feitos, o autor é fundador e dirige o Instituto Gestalt de Barcelona desde 1986, faz nesta obra uma interessante apologia ao amor verdadeiro, real. Critica a banalização do termo “alma”, como se fora um curinga que poderá ser inserido em textos de acordo com a conveniência do autor ou ator. Este escriba, humildemente, faz uma ilação com a palavra Democracia, que é utilizada por muitos, todavia, poucos praticam, ou conhecem seu verdadeiro significado. Assim é “ Viver na Alma”, obra que deve ser lida por leigos jovens e adultos, profissionais da área e professores. Um vibrante esclarecimento de como as “coisas” e sentimentos reais são. O mestre ensina, em palavras nada rebuscadas, o quanto a felicidade pode ser alcançada com o nada simples conhecimento do âmago do vocábulo em tela. Ressalte-se o caprichoso trabalho de edição da obra. Enriquecedora!