É possível criar aplicativos sem ser da área de TI?

Thyelli Yogui Kataguire (*)

Quando pensamos na criação de aplicativos, logo vem na nossa cabeça um emaranhado de códigos de programação para a criação de apps de celular.

Isso é um fato: nós estamos condicionados a acreditar que todos os aplicativos são para celulares e que para criá-los precisamos entender de desenvolvimento técnico de TI. Pois bem, venho aqui na missão (de paz) de desmistificar alguns desses conceitos. O primeiro deles é que nem todos os aplicativos são para celulares.

Atualmente, existem aplicativos desenvolvidos em softwares que automatizam fluxos de trabalho e trazem mais produtividade para as rotinas empresariais. Ou seja, você pode iniciar atividades e processos a partir desses aplicativos. Poderíamos chamá-los de aplicativos empresariais.

De acordo com o Forrester, empresa norte-americana de pesquisas de mercado, o low-code tem o potencial de tornar o desenvolvimento de software até 10 vezes mais rápido. Os estudos deles também apontam que 3 meses é o tempo que as empresas estão vendo o retorno sobre seus investimentos em plataformas de low-code.

E o segundo ponto é que: para criar esses aplicativos, não é necessário ter conhecimentos em programação de códigos e desenvolvimento de softwares. E aqui eu trago a cereja do bolo: hoje em dia é possível criarmos estes app por meio de ferramentas low-code.

Eu mesma, que sou engenheira de produção e tenho pós-graduação em logística, já tive a oportunidade de desenvolver aplicativos que melhoram as rotinas da empresa em que trabalho. E não foi nenhum bicho de sete cabeças não. Pode até ser que no começo você encontre alguma dificuldade pontual ou de conceitos, mas isso não vai impedir você de realizar a atividade. Pode ter certeza!

Temos diversos relatos que podem ser utilizados para ilustrar isso. Por exemplo, hoje quando uma pessoa entra na equipe, não importa o cargo que ela tenha, em 3 meses ela também se torna uma desenvolvedora de apps. Essa inovação tem nos ajudado a ter uma organização das tarefas, controle de prazos, rastreabilidade, zero uso de e-mail e papel. A eficiência foi para um nível muito superior.

No fim, meu objetivo aqui é trazer uma reflexão sobre essa nova possibilidade de desenvolver aplicativos que ajudem as áreas de negócio das empresas. O ganho de produtividade é tão grande que desmistificar essa nova tecnologia passou a ser uma missão pra mim. Elas definitivamente são as ferramentas do futuro, pois trazem um novo horizonte para as empresas e para as pessoas.

São cercadas de possibilidades e ainda por cima agregam valor para os negócios. Além disso, pesquisas já apontam que até 2025 mais de 60% dos aplicativos e soluções serão desenvolvidas por pessoas que não são da área da TI.

Ou seja: o futuro chegou!

(*) – É especialista em Projetos Estratégicos na Zeev, empresa que desenvolve e fornece softwares e permite que empresas possam desenvolver seus próprios software e aplicativos (https://zeev.it/).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap