Via Digital Motors

Citroën traça planos de crescimento

Com novos produtos e sob o comando do Grupo Stellantis, a Citroën anunciou planos ambiciosos para o Brasil, com expectativas de saltar do atual 1% de participação de mercado para 4% até 2024. Hoje, a marca só comercializa o C4 Cactus e modelos de sua linha comercial (Jumpy e Jumper).

  • Save
Citroen EJUMPY.

Batizado de Citroën 4 All, o plano é baseado em lançamentos nacionais e importados. Um deles será o novo C3, que vira um SUV compacto, será feito em Porto Real (RJ) e iniciará vendas no primeiro trimestre de 2022.
Mais dois modelos serão produzidos nessa planta ou na Argentina. Outra novidade é a importação do comercial e-Jumpy para o fim deste ano ou início de 2022, o primeiro do segmento 100% elétrico.
“Esse é somente o primeiro movimento do planejamento de eletrificação da Citroën no Brasil e na América do Sul. Temos uma forte estratégia nesta direção para todos os países da região, tanto para veículos comerciais, como para veículos de passeio. Estamos sempre atentos para aproveitar da melhor forma essas oportunidades e seguimos estudando formas mais sustentáveis de trazer cada vez mais essas soluções aos consumidores da nossa região”, afirma Vanessa Castanho, Head da Citroën na América do Sul.
O Citroën 4 All está sustentado em quatro pilares: inovação acessível, marca confiável, marca cool e marca sustentável. Já a rede de concessionárias será expandida das atuais 123 lojas para 175 já no próximo ano.

  • Save
Vanessa Castanho (Citroen). Imagem: Stellantis

Interior sedia museu das duas rodas

O Centro Cultural Movimento (CCM), museu inteiramente dedicado ao segmento de duas rodas, abriu suas portas para o público na cidade de Socorro (SP). A Abraciclo, associação que reúne as fabricantes de motos e bicicletas, é uma das mantenedoras do espaço que reúne amplo acervo de motocicletas, bicicletas, documentações, fotos e publicações sobre a história desses veículos no Brasil.
Idealizado pelo piloto e jornalista Carlãozinho Coachman, o centro cultural está sediado na antiga estação ferroviária que passou por profunda reforma. Construído pela Companhia Mogiana de Estradas de Ferro, em 1909, o prédio histórico teve as estruturas originais mantidas na reforma, incluindo as paredes de alvenaria e o antigo madeiramento do telhado.
De acordo com o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian, uma das missões da associação é colaborar com iniciativas que ajudam a manter viva a memória do setor de duas rodas e valorizam a história e a importância da motocicleta no país. “Preservar a história sempre é um grande desafio e os museus representam um importante instrumento de preservação da memória de um povo. É um lugar onde podemos ver o que foi feito no passado, aprimorar o nosso presente e aperfeiçoar nossos conhecimentos e tecnologias para garantir um futuro melhor”, afirma Fermanian.

  • Save
Centro Cultural Movimento. Imagem: Shalon Adonai Divulgação

Plataforma lança aplicativo

O iCarros, marketplace de veículos do Itaú Unibanco, lança o aplicativo iCarros Club, voltado para concessionárias e revendas. A ferramenta conta com a possibilidade de autovistoria e cotação dos veículos para quem estiver anunciando, sem cobrança de mensalidade.
Os vendedores não pagam para anunciar e ainda podem ganhar um cashback bônus de até 50% do valor da taxa paga pelo comprador, caso o negócio seja efetuado.
O iCarros Club já conta com mais de 15 mil lojas cadastradas e mais de 3 mil concessionárias que operam com financiamentos de veículos.

Linha 2022 da Hilux tem novidades

A Toyota lança a linha 2022 da Hilux com novidades. Uma delas é a retirada de linha da versão 2.7 flex de 163 cv e mantendo o 2.8 turbodiesel de 204 cv, com opções de transmissão manual e automática, ambas de seis velocidades.
A picape feita na Argentina virá com a segurança reforçada em seu pacote Toyota Safety Sense (TSS). A versão SRX adicionou um sensor que detecta pedestres e ciclistas para o sistema de pré-colisão frontal e monitor de visão 360 graus.
São seis versões disponíveis que partem de R$ 208.090 e vão até R$ 306.990.

*Lucia Camargo Nunes é economista e jornalista especializada no setor automotivo. E-mail: [email protected]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap