Virei autônomo. E agora?

Como os certificados digitais podem ajudar profissionais freelancers com assinaturas de contratos e a fugir dos calotes

Dean Coclin (*)

A crise da Covid-19 resultou na perda de 47 milhões de empregos na América Latina nos três primeiros trimestres de 2020. É o que a Organização Internacional do Trabalho (OIT, uma organização da ONU) mostrou na segunda edição do relatório “Observatório da OIT: Covid-19 e o mundo do trabalho”. O estudo também alerta para uma queda drástica na renda e na jornada de trabalho, classificando a contração na América Latina como a pior do mundo, com perda estimada de horas de trabalho de 19,8% no terceiro trimestre de 2020.

O Brasil atingiu mais de 13 milhões de desempregados e muita gente optou por atividades autônomas ou freelancer, como forma de não ficar sem dinheiro durante a pandemia. No México, a OIT estima que o desemprego será de 11,7% da população economicamente ativa até o final de 2020, o que equivaleria a aproximadamente 6 milhões de pessoas. No caso da Colômbia, o desemprego aumentou para 20,2% e 4,15 milhões de pessoas perderam seus empregos.

Em um cenário desafiador e desconhecido para muitos, o Certificado Digital se destaca e facilita diversos processos, desde a abertura de empresas, assinatura de contratos até a emissão de notas fiscais na internet. Veja quais etapas seguir para fechar contratos e evitar o famoso calote.

Entenda o Certificado Digital
É um documento que identifica empresas e pessoas no ambiente digital, garantindo assim a autenticidade e validade jurídica dos atos por ela praticados, como, por exemplo, a assinatura de documentos.

Abra seu negócio na internet
Muitos contratantes exigem que seu prestador de serviço tenha um CNPJ e emita notas fiscais. Se você ainda não formalizou sua empresa, em vários estados já é possível abri-la pela internet usando o Certificado e-CPF. Depois de aberto, em alguns casos, você precisará de um e-CNPJ para emitir suas notas fiscais.

Evite calotes
Para evitar problemas em ser pago por seu trabalho freelance, cadastre o contrato de serviço por meio de um contrato. Na hora da assinatura, o Certificado Digital substitui a caneta e o arquivo eletrônico por papel, permitindo assim, negociar e fechar contratos com todo o Brasil, com segurança, mesmo à distância.

Invista em uma assinatura eletrônica
Caso você não possua e não pretenda adquirir o Certificado Digital, outra opção para formalizar a prestação do seu serviço à distância é a Assinatura Eletrônica. Ela é uma grafia na tela de um celular, tablet ou computador, que somada às evidências do ato, como geolocalização, tem valor jurídico.

Use Certificado ou Assinatura Eletrônica
Em ambos os casos, você precisará de um Portal de Assinaturas, plataforma que possibilita a formalização de documentos de forma automatizada e com poucos cliques. Do início ao fim, você faz tudo online e rapidamente, sem a necessidade de viagens e contato físico.

(*) É diretor sênior de Desenvolvimento de Negócios da Digicert.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap