Tesla passa a exigir que seus funcionários usem máscaras

Vivaldo José Breternitz (*)

Na ocasião, o chefão da empresa, Elon Musk, ameaçou mudar a sede da Tesla da Califórnia e processar o condado; centenas dos trabalhadores da fábrica foram infectados.

Agora, a empresa parece estar enxergando a situação de forma diferente: fontes do Wall Street Journal afirmam que a Tesla passou a exigir que todos os cerca de sete mil funcionários de sua Gigafactory em Nevada usem máscaras, independentemente de seu status de vacinação. Anteriormente, os funcionários da fábrica só precisavam usar máscaras se não tivessem sido totalmente vacinados.

Consta que a mudança de atitude se deve à presença da variante Delta da COVID, mais facilmente transmissível e que vem contaminando mais de cem mil pessoas ao dia apenas nos Estados Unidos. Embora a vacinação completa reduza as chances de infecção e sintomas, há evidências da existência de casos em que pessoas totalmente vacinadas são infectadas e podem transmitir o vírus a outras pessoas.

São atitudes que contrastam com o que temos visto por aqui, onde parece imperar um clima de “liberou geral”; esperemos que a variante Delta, e eventualmente outras, não façam muito estragos, embora cientistas sérios estejam extremamente preocupados.

(*) É Doutor em Ciências pela Universidade de São Paulo, é professor da Faculdade de Computação e Informática da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap