76 views 16 mins

Tecnologia 22/11/2016

em Tecnologia
segunda-feira, 21 de novembro de 2016
quanto-ganha-controle-e-automacao-350x185 temproario

Quando robôs fazem o trabalho manual, funcionários e clientes saem ganhando

Todos nós podemos nos tornar vítimas do trabalho repetitivo que existe dentro de uma empresa. A atividade pode ser demorada e monótona, fazendo com que os funcionários se sintam entediados. Muitas vezes, isso resulta em erros, afinal, sejamos francos, quem quer passar horas inserindo os mesmos endereços ou dados de clientes em diversos sistemas ou reconciliando inúmeros balanços?

quanto-ganha-controle-e-automacao-350x185 temproario

Jenni Palocsik (*)

No entanto, há uma maneira de mudar a forma como uma organização administra e realiza esses processos maçantes para que se tornem rápidos e eficientes ao mesmo tempo em que permitem que os colaboradores permaneçam focados em atividades mais satisfatórias.

Embora os grandes volumes de processos repetitivos possam ser ligeiramente complexos, as etapas necessárias para realizá-los são fundamentalmente baseadas em regras e não exigem decisões e opiniões humanas. Contar com os funcionários para a execução manual desse trabalho é algo caro, além de dar abertura para erros.

E o que a empresa deve fazer? Algumas organizações têm adotado a estratégia de desenvolver soluções altamente customizadas que se integram rigorosamente às suas aplicações existentes a fim de eliminar o processamento manual. Infelizmente, os custos dessa implementação, bem como a necessidade de manutenção frequente de requisitos, processos gerais e mudanças de aplicações, limitam drasticamente a utilidade dessa estratégia.

É por isso que o amadurecimento contínuo das soluções de Robotic Process Automation (RPA) é tão importante. As funcionalidades dessas tecnologias oferecem às empresas uma opção comprovadamente muito melhor para atender às metas operacionais. As ferramentas de RPA administram as tarefas repetitivas da empresa, automatizam a execução de processos de maneira homogênea e intuitiva com uma incrível precisão por uma fração dos custos atuais. Essa tecnologia utiliza um “software inteligente” junto com as aplicações comerciais existentes para realizar grandes volumes de tarefas repetitivas que costumam ser demoradas e banais se executadas por humanos.

Setores como seguros, serviços financeiros, recursos humanos e diversos outros podem tirar proveito desse tipo de ferramenta ao automatizar uma vasta gama de tarefas. É o caso da área de atendimento ao cliente de uma companhia que precisava migrar seus consumidores para novos contratos de serviços ao longo do ano até que chegasse o período de renovação. Ao conduzir esse processo por meio de soluções de RPA, a empresa foi capaz de concluir mais de 65.000 transações em um período significativamente menor se comparado com a migração manual. Isso aumentou a produtividade em 40% e propiciou uma economia de US$ 300 mil. Enquanto os funcionários levavam em média 12 minutos para concluir cada processo manualmente, o software levou apenas 7 minutos. A melhoria na precisão dos novos contratos gerou uma maior satisfação do cliente ao mesmo tempo em que permitiu que a organização reduzisse o custo das operações.

Outra área impactada está ligada aos aspectos de compliance. Cada passo ou processo automatizado é totalmente controlado e documentado, o que ajuda as companhias a estarem em conformidade com as regulamentações industriais e requisitos internos e externos de auditoria. Esse tipo de tecnologia também pode trazer redução de despesas de recursos humanos. A necessidade de menos funcionários para executar as tarefas manuais e monótonas significa uma menor rotatividade dos profissionais que anteriormente realizavam esse tipo de trabalho. Nesse caso, o benefício direto é a utilização de menos esforços e custos para recrutar, contratar e capacitar novos colaboradores. Em vez de gerar uma redução no quadro de funcionários, a automação permite que os profissionais realizem trabalhos mais voltados aos clientes e desenvolvam suas habilidades conforme novas necessidades e funções.

Com interações de maior qualidade, os consumidores e funcionários ficam mais felizes e comprometidos, as companhias se tornam mais rentáveis e a satisfação do cliente é elevada. Qual o resultado final? A empresa, os funcionários e os clientes saem ganhando.

(*) É diretora de Soluções de Marketing da Verint.

Cinco serviços financeiros online para otimizar o dia a dia

14350424 1765271237079402 3096925849983647744 n temproario

Existem no mercado diversos produtos financeiros que fogem do tradicional modelo bancário e estão contribuindo com a rotina de milhares de consumidores, pois operam totalmente online. Esse tipo de serviço é oferecido por empresas conhecidas como fintechs, termo que advém da junção das palavras finanças e tecnologia.

As fintechs fazem parte do novo modelo de economia criativa e estão causando mudanças significativas no mercado, ao otimizar o dia a dia dos clientes que querem praticidade e conveniência aos buscar serviços financeiros. Na internet, os consumidores encontram soluções para diversas necessidades, sem precisar se deslocar até às instituições bancárias, evitando transtornos como as grandes filas.

Os serviços oferecidos por essas empresas variam entre empréstimos, investimentos, transações, câmbio e até mesmo organização financeira pessoal. Dentre as fintechs que vêm atraindo clientes por seus atendimentos online ágeis, práticos e menos burocráticos, estão:

TransferWire – Aplicativo para transferência de dinheiro para o exterior
O aplicativo ajuda o usuário com transferências entre contas localizadas em diferentes países, cobrando valor calculado a partir da taxa média de câmbio do mercado, além de uma comissão, que varia de acordo com as moedas envolvidas na transação. O total pode ser até oito vezes menor do que de uma transferência bancária padrão. O baixo custo se deve à operação do aplicativo que, em vez de transferir o dinheiro internacionalmente e gerar impostos e taxas altas, encontra pessoas que queiram fazer transações exatamente opostas (uma que queira enviar dinheiro dos EUA para o Brasil e outra do Brasil aos EUA, por exemplo), tornando as operações nacionais, o que reduz custos. A operação não é imediata, mas acontece dentro de um prazo médio de cinco dias.

Simplic – Plataforma de empréstimos pessoais
A plataforma permite que o usuário tenha acesso a crédito de maneira prática e rápida, evitando seu deslocamento e qualquer constrangimento que poderia enfrentar no mundo físico, além de garantir sua segurança e comodidade. Cruzando inúmeras informações de mais de 200 fontes em menos de 3 segundos, a Simplic gera resposta imediata aos solicitantess. As fontes de informação consideradas vão além das tradicionais, como Serasa e SPC, permitindo que a plataforma empreste para muita gente que tem o nome considerado “sujo”, por analisar mais dados. Quando aprovado, o valor fica disponível na conta do cliente em algumas horas.

Monepp – Aplicativo para câmbio
O aplicativo acaba com a burocracia do câmbio de moedas ao facilitar o encontro entre pessoas interessadas na compra e venda destas, sem a mediação das tradicionais casas de câmbio e sem oneração de taxas de IOF. Para isso, basta o usuário fazer um cadastro e informar se quer comprar ou vender uma moeda. Os interessados na venda devem dizer quais moedas têm, quais aceitam em troca e por qual cotação. Na hora de trocar a quantia, é preciso um encontro presencial, que pode ser combinado usando chat interno do app. Como forma de segurança, a Monepp permite que usuários avaliem uns aos outros após o negócio.

Vérios – Plataforma de investimentos
Muitas vezes não temos tempo nem paciência para acompanhar todas as nuances do mercado financeiro. Pensando nisso, a Vérios desenvolveu um sistema que se encarrega de montar uma carteira inteligente para o investidor, levando em conta vários fatores como riscos, rentabilidade, liquidez e diversificação. A plataforma faz monitoramento permanente da carteira para encontrar as melhores oportunidades e explica para o usuário como investir de maneira prática e inteligente.

Guia Bolso – Aplicativo de organização financeira
O aplicativo ajuda no controle financeiro pois reúne informações das contas bancárias e movimentações financeiras do usuário e auxilia na organização por meio de categorias reunindo todas as informações em um único local e indicando a saúde financeira de cada usuário. . Além disso, permite o estabelecimento de metas de economia e a inclusão até de gastos menores, feitos no dinheiro, por exemplo. Dessa maneira, é possível controlar os gastos sem correr o risco de esquecer de anotar as despesas no caderninho.

A Internet e as coisas…

Fernando Pedro de Moraes (*)

Internet das coisas ou internet nas coisas? Tudo depende da percepção de cada um

Assim como o vento se propaga, e as coisas voam de um lugar para o outro, pois é normal e natural, como um ambiente que se comunica sem a nossa percepção, a Internet das coisas (Internet of Things – IoT) se junta, se comunica e se integra a diversos componentes e objetos, só que de uma forma racional, inteligente, resultando em respostas mais eficientes e eficazes associadas aos negócios ou a vida pessoal.
A IoT é a interação de objetos (coisas) inteligentes integrados com as diversas atividades dos seres humanos. Agora, cada vez mais a interação será automática e dinâmica com pouca influência humana, pois a atualização ocorrerá conforme a rotina do dia a dia.
Daí essa revolução, a quarta da história industrial, que acaba criando uma nova relação entre as pessoas e os seus objetos. Nesta revolução da conectividade entre os objetos e as pessoas, é possível perceber que esta relação cria um canal infinito de comunicação e um estoque de informações e conhecimentos inesgotável, que, de certa forma, refletem as relações e as formas de agir das pessoas de uma sociedade. A IoT se torna um meio vital para interligar dispositivos e criar facilidades integradas em uma sociedade superconectada, apoiando uma sociedade que evolui, mas que também envelhece, melhorando, por exemplo a eficiência de energias e otimizando mobilidade e transporte.
Os objetos conectados, se tornam cada vez mais, ferramentas poderosas para entender coisas e atividades difíceis e complexas e assim responder a elas com inteligência e eficiência.
Ao se pensar em benefícios criados pela IoT, são praticamente ilimitados e suas aplicações estão criando mudanças na forma de como trabalhamos e de como vivemos. Haverá economia, tanto de recursos como de tempo. Novas oportunidades surgirão, nas áreas de inovação e de conhecimento.
A IoT permiti que as empresas façam a gestão de todos os seus ativos, otimizando desempenho e estruturando novos modelos de negócios.
A história das coisas não acaba por aqui, se complementa com propostas inovadoras, como sistemas ciberfísicos, tecnologias em nuvem, grandes dados e redes 5G. É claro, que todo o sucesso da IoT, dependerá do desenvolvimento do próprio ecossistema tecnológico, apoiado por um ambiente que regule e seja apropriado em clima de confiança e respeito, onde assuntos voltados a segurança, confiança, identificação e privacidade são fundamentais.
O grande desafio será ampliar o uso atual da IoT em uma rede de interação global, configurada automaticamente e dinamicamente, em plataformas de diversos dispositivos e suas coisas (seus objetos inteligente, ambientes inteligentes, serviços inteligente e pessoas).

(*) É professor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, campus Campinas. Mestre em Comunicação e Tecnologia pela UNIP. Especialista em Ciência e Tecnologia pela FUNDAP.