Metaverso pode “revolucionar” o mundo

A nova tecnologia conhecida como metaverso, financiada pelo presidente-executivo Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, atual Meta, pretende fazer investimentos de US$ 10 bilhões por ano. De acordo com o Financial Times, a Meta conta com diversos pedidos concedidos pelo Escritório de Patentes dos Estados Unidos para tecnologias que armazenam os dados biométricos para ajudar a alimentar o que o usuário vê e assim garantir que seus avatares digitais sejam animados de forma realista.

“Será um novo universo, um novo mundo. Pretendemos ser a primeira empresa do Brasil a ter registros de marcas e patentes no metaverso”, afirmou o Presidente do Grupo Marpa – Marcas, Patentes, Inovações e Gestão Tributária, Valdomiro Soares. Para ele, essa é uma grande oportunidade para as propriedades intelectuais investirem numa tecnologia totalmente nova e que pode revolucionar o mundo dos negócios, e a forma de se fazer publicidades.

”Investir no metaverso, pode ser essencial para beneficiar as marcas, e trazer um grande investimento do mundo real, para o mundo digital. Sem dúvidas esse é um grande passo para a valorização de grandes marcas” comentou, ao ressaltar que
todo esse investimento em patentes dentro da tecnologia pode agregar valor, tanto para as empresas, quanto para a própria meta, visando assim o futuro das marcas.

“O mundo daqui pra frente vai ser todo feito em cima de novas tecnologias, e mundos virtuais, como a meta, portanto o investimento na tecnologia é totalmente necessário para continuar alavancando as vendas do comércio, e o crescimento de empresas”, afirma. – Fonte e outras informações: (www.marpa.com.br).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap