Grandes empresas apostam em máscaras sofisticadas

Vivaldo José Breternitz (*)

Grandes empresas de tecnologia estão apostando que ainda usaremos máscaras durante bastante tempo. Uma delas é a LG, que no ano passado informou estar desenvolvendo sua máscara PuriCare Wearable Air Purifier, que começará a ser vendida na Tailândia no próximo mês; os atletas tailandeses que estão em Tóquio para a Olimpíada já estão usando o equipamento.

A máscara traz filtros descartáveis HEPA (High Eficiency Particulate Air), três ventiladores, microfone embutido, amplificador de voz e alto-falante. A LG afirma que sua tecnologia “VoiceOn” reconhece automaticamente quando a pessoa está falando e aumenta o som para que outras pessoas possam ouvi-la através da máscara. Toda essa parafernália é alimentada por uma bateria com autonomia de 8 horas, que pode ser recarregada em 2 horas, usando um cabo USB.

A máscara deve começar a ser vendida em outros países após receber a aprovação dos órgãos reguladores, disse a empresa, que não informou o preço do equipamento. Mas o dispositivo da LG já tem rivais, como a máscara que será lançada até o final do ano pela Razer e a Xupermask, fabricada pela Honeywell e concebida pelo rapper Will.i.am.

Ela custa cerca de 300 dólares e foi desenhada por Jose Fernandez, o figurinista de Hollywood que criou os trajes SpaceX para Elon Musk e trabalhou em “Black Panther”, “The Avengers” e “X-Men 2”. Esperamos que essas máscaras não sejam necessárias, com a pandemia logo sendo contida.

(*) – Doutor em Ciências pela USP, é professor da Faculdade de Computação e Informática da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap