Fazer transações online em redes públicas é seguro?

Os especialistas em segurança há muito tempo aconselham as pessoas a evitar o uso de redes WiFi públicas devido ao risco de invasão.

Apesar desses avisos, o WiFi gratuito está se tornando mais difundido e popular, com os consumidores navegando na web como cortesia de governos locais, empresas de internet, cafés e outros estabelecimentos que oferecem um ponto de acesso interno.

As enormes falhas no sistema WPA2, o padrão de criptografia que protege todas as redes Wi-Fi modernas, lançou a possibilidade de que qualquer pessoa perto de você pudesse (possa) acessar facilmente suas informações se você usar uma rede WiFi aberta.

Isso inclui informações que foram consideradas criptografadas. Os padrões de WiFi de hoje são falhos e não devem ser confiáveis.

Uma das maiores ameaças do WiFi gratuito é a capacidade dos hackers de se posicionarem entre você e o ponto de conexão. Então, ao invés de falar diretamente com o hotspot, você acaba enviando suas informações para o hacker.

O hacker também tem acesso a todas as informações que você envia como e-mails, números de telefone, informações de cartão de crédito, dados comerciais e (, sem o e) etc.

No entanto, apesar dos vários avisos, manchetes e esforços para educar, muitas pessoas ainda não entendem por que (porque) conectar-se a (a um) Wi-Fi gratuito é uma situação incrivelmente perigosa, independentemente (independente) do que você está (esteja) fazendo online.

Não use um ponto de acesso WiFi público para serviços bancários

Conectar-se a dispositivos WiFi e Bluetooth desprotegidos pode expor suas informações pessoais a cibercriminosos – portanto, evite essas redes ao lidar com informações confidenciais.

Você nunca deve acessar seus dados bancários online por meio de uma rede sem fio como em um hotel ou café.

Com isso em mente, lembre-se de atualizar seu histórico de Bluetooth e WiFi para remover quaisquer redes ‘memorizadas’. Isso garantirá que você nunca se conecte a uma rede WiFi pública sem autorizá-la primeiro.

Se você se encontrar em uma situação em que seja absolutamente necessário se conectar ao WiFi (primeiro (se) pergunte se você realmente precisa se conectar), aqui estão algumas sugestões para melhorar sua segurança.

1. Não use nenhuma das suas informações de identificação pessoal (PII)

Se compartilhar informações em uma rede Wi-Fi pública, tente não compartilhar as mais valiosas.

Portanto, se você usar uma rede pública, evite informações bancárias, números de previdência social e endereços residenciais a todo custo.

Lembre-se de que algumas contas exigem que você insira itens como números de telefone ao se inscrever; portanto, mesmo que você não se lembre de inseri-los, você pode inadvertidamente permitir o acesso a informações pessoais.

2. Em vez disso, use redes privadas virtuais (VPN)

Uma VPN permite que você crie uma conexão segura com outra rede pela Internet.

VPNs podem ser usados ​​para acessar sites restritos por região, proteger sua atividade de navegação de olhares indiscretos no WiFi público e muito mais.

Elas são uma excelente alternativa às redes WiFi públicas. Embora custem um dinheirinho, a paz de espírito e a segurança adicional valem a pena. Com estudo e pesquisa você pode descobrir sobre uma VPN perfeita para suas necessidades.

Além disso, a maioria dos empregadores equipará os dispositivos de seus funcionários com uma maneira de se conectar a uma rede VPN.

Se você utiliza um dispositivo pessoal, não deixe de buscar uma boa VPN.  Se utiliza um dispositivo empresarial confira com seu empregador se ele oferece ferramentas de segurança como as VPNs.

3. Use conexões SSL

Se você não tiver acesso a uma VPN, você não estará completamente sem sorte. Você ainda pode adicionar uma camada de criptografia à sua conexão.

Ao navegar na Internet, certifique-se de habilitar a opção “Sempre usar HTTPS” em sites que você visita com frequência, incluindo todos (todo) e quaisquer (qualquer) sites (site) que exigem (exija) que você insira qualquer tipo de credencial.

A maioria dos sites que exigem uma conta ou credenciais tem o “HTTPS” em algum lugar em suas configurações.

4. Invista em um plano de dados ilimitado

Na maioria das vezes, as pessoas se conectam às pressas a redes públicas de Wi-Fi para evitar cobranças excessivas em suas contas de telefone.

Investir em um plano de dados ilimitado não apenas eliminará sua necessidade de acessar redes Wi-Fi inseguras, mas também permitirá que você use seu dispositivo móvel para criar um “hotspot” pessoal de internet.

5. Desative o compartilhamento

Seja honesto, ao se conectar à Internet no Starbucks ou no aeroporto, você realmente precisa estar com o compartilhamento de arquivos ativado?

O compartilhamento de arquivos geralmente é muito fácil de desligar nas preferências do sistema ou no painel de controle, dependendo do seu sistema operacional.

Ou deixe o Windows desligá-lo para você escolhendo a opção “pública” na primeira vez que você se conectar a uma rede nova e não segura.

Considerações Finais

Pode chegar um momento em que sua única opção é um ponto de acesso WiFi público, gratuito e inseguro.

Se for esse o caso, compreender os riscos do WiFi público pode evitar que você seja vítima de um ataque.

Independentemente (Independente) disso, é chegada a hora dos usuários assumirem mais a sério os riscos associados ao uso crescente de redes WiFi públicas. Essas etapas são simples, fáceis, relativamente baratas e podem evitar que você perca grandes volumes de roubo de dados pessoais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap