E-commerce de sucesso

  • Save
Imagem: https://unsplash.com/license

A internet impacta todas as áreas de nossas vidas. Usamos para socialização, entretenimento, trabalho e pesquisa. Também a usamos para fazer compras e, nos últimos anos, mais do que nunca todos nos conscientizamos da importância do comércio eletrônico. 

Atualmente os varejistas não podem se dar ao luxo de ficar off-line se quiserem atrair novos clientes. Os sites de comércio eletrônico capacitam as empresas a alcançar mercados maiores e ganhar resiliência trazendo faturamento mesmo se suas lojas físicas precisarem fechar.

Para ajudar você em sua jornada de construir um e-commerce de sucesso separamos 5 pontos que devem ter sua atenção neste ano. 

#1. Seu site é seu hub

Em vez de trabalhar separadamente, suas plataformas digitais devem operar totalmente integradas ao seu site servindo como hub principal. 

De estudos de caso e comunicados à imprensa, a conversão começa levando os clientes a uma base central onde sua marca vive e respira.

Lembre-se que seu site é a porta de entrada para o seu negócio. Os visitantes decidem em segundos se querem ficar e possivelmente comprar seu produto ou ir para a próxima loja. 

O design do seu site é simples e funcional? É fácil para os clientes navegarem e encontrar os produtos que desejam comprar? Existem erros ou falhas em seu site que podem atrapalhar a jornada do cliente? Todas essas coisas transmitem algo sobre sua empresa.

#2. Personalização é a chave

Como seu site é sua casa, certifique-se de que seus visitantes também se sintam à vontade com sua marca, produtos e serviços. Faça com que seus clientes se sintam especiais, importantes e valorizados como pessoas, não apenas como um a mais.  

As pessoas gostam de receber ofertas e conteúdos que sejam realmente relevantes para suas vidas e interesses. Simplificando, a personalização é um componente chave para o sucesso no comércio eletrônico.

#3. Comprometa-se com os canais de marketing

Há inúmeras opções de distribuidores logísticos para apoiar o seu e-commerce, desde empresas chinesas como a YunExpress e a China Post (que contribuem principalmente para modelos de dropshipping) quanto a Loggi e a Jadlog que atuam no território nacional. 

Igualmente, existem muitos canais de marketing digital que as empresas podem utilizar para se comunicar com novos públicos. 

Seja no TikTok, Facebook, através de SEO ou marketing por e-mail, certifique-se de se comprometer com a plataforma que melhor atende aos seus objetivos de negócios. 

#4. Encontre o ajuste do seu produto

Outro ingrediente importante é descobrir onde seu produto se encaixa no mix de conversão digital. É fundamental saber como seu produto se diferencia no mercado, quem o usará e por que ele beneficia seu público. Algumas perguntas a se fazer são:

  • Seu produto atende a uma determinada necessidade do seu cliente? 
  • O preço está adequado ao seu mercado? 
  • Quais plataformas digitais são adequadas para sua marca? 

Depois de determinar esses fatores, tome a iniciativa de ir atrás do seu público-alvo e vender seu produto (e marca) online.

#5. Falhe rápido, siga em frente

Quando se trata de qualquer novo empreendimento, o fracasso (de qualquer tipo) é inevitável. O fracasso é uma ferramenta útil nas mãos de uma pessoa disposta a aprender com ele. Seu e-commerce, em um momento ou outro, provavelmente falhará de alguma forma. 

A concorrência é acirrada, as regulamentações mudam e os desafios logísticos acontecem. O importante é passar rapidamente pelo período inicial de cometer erros – reconheça o fracasso, aprenda com ele e siga em frente com ousadia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap