ABIMAQ e Spin Startups debatem a transformação da indústria

O presidente executivo da ABIMAQ, José Velloso, participou de uma live realizada pela aceleradora de startups Spin Startups, no dia 12 deste mês, e apresentou as transformações da indústria perante aos cenários de crise. A reunião via internet também contou com participação do CEO da Spin, Beny Fard.
Questionado sobre como a indústria de máquinas está vendo a situação da pandemia e o que ela pode fazer para minimizar seus efeitos deletérios, Velloso pontuou um histórico de problemas enfrentados na economia brasileira, as medidas adotadas e as soluções criadas para manter as empresas funcionando.
O executivo da ABIMAQ adiantou que a economia veio de uma crise de 2014/2015, não conseguiu se recuperar e já está em outra. “Não saímos daquela crise porque ela deixou uma quantidade enorme de desempregados no Brasil e muita gente abaixo da linha da pobreza. Ou seja, os efeitos deletérios dela não foram resolvidos e, em 2019, a nossa economia estava começando a melhorar e os próprios números da ABIMAQ e da indústria para 2020 traziam boas previsões”.
Velloso também destacou que um dos grandes entraves para o crescimento econômico está relacionado ao Custo Brasil e alertou que abrir um negócio no País, empregar capital humano e honrar os tributos são alguns dos piores problemas enfrentados por possíveis investidores. “O Brasil é o país que tem a carga tributária mais injusta do mundo. Sem carga tributária tão alta seriamos mais competitivos”.
Quantos as medidas adotadas pela ABIMAQ para mitigar os efeitos deletérios do novo coronavírus, Velloso adiantou que a entidade tem trabalhado junto ao governo federal para garantir a manutenção do emprego e das atividades do setor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap