365 views 6 mins

Confira as oportunidades e aplicações do aprendizado em Java

em Sem categoria
terça-feira, 17 de outubro de 2023

Presente nos sites, sistemas e aplicativos que usamos diariamente, Java foi fundamental para o desenvolvimento das tecnologias modernas que conhecemos hoje.

Ainda pode haver algumas dúvidas quanto à expressão correta a se utilizar – afinal, se diz linguagem ou programação em Java? –, mas de uma coisa ninguém discorda: dominar esse assunto pode ser um diferencial para quem deseja atuar e se destacar na área de Tecnologia da Informação.

Aroldo Ferraz, instrutor dos cursos livres em Informática do Senac EAD, afirma que a confusão entre os termos linguagem e programa, quando se trata de Java, é uma ocorrência comum entre indivíduos com pouca familiaridade com a informática. Por mais que possam ser aplicados como sinônimos em contextos gerais, tecnicamente eles possuem, sim, significados distintos.

“Uma linguagem de programação é um conjunto de regras e símbolos que possibilita aos programadores criarem instruções para computadores – e o Java é, de fato, uma linguagem de programação. Por outro lado, um programa é uma sequência de instruções escritas em uma linguagem específica que, quando executadas, realizam os comandos solicitados. Um programa Java é, portanto, um programa escrito na linguagem Java”, explica o instrutor, apontando que o mais correto é mesmo se referir ao Java como linguagem.

O conhecimento sobre o Java abre várias possibilidades de trabalho, como no desenvolvimento de aplicativos que utilizamos todos os dias em nossos dispositivos eletrônicos. Sem que saibamos, dependemos dele para realizar algumas das ações que repetimos muitas vezes todos os dias e o Pix é um dos exemplos mais conhecidos na atualidade: esse popular sistema de pagamentos brasileiro foi desenvolvido, em grande parte, utilizando o Java.

Aplicações do Java
De acordo com Aroldo, é possível afirmar que o Java foi um dos softwares pioneiros no campo das aplicações tecnológicas. Desde o seu lançamento, em 1995, ele se consolidou como uma das linguagens de programação mais adotadas em todo o mundo, sendo instrumento de inovação em várias áreas, além de contribuir significativamente com o avanço das ferramentas digitais.

Entre as aplicações tecnológicas possibilitadas pelo uso do Java, as mais eficientes são: desenvolvimento de diversos tipos de aplicativos, desde sites até sistemas de comércio eletrônico e aplicativos; criação de jogos online. Do mesmo modo, é muito eficiente no mundo dos dispositivos móveis, em que o Java é utilizado na criação de aplicativos para os dispositivos Android; e em aplicativos de negócios, em sistemas como o ERP (Enterprise Resource Planning) e o CRM (Customer Relationship Management).

Para além dessas possibilidades, outro exemplo de aplicação do Java é na facilitação da comunicação das principais ferramentas da Indústria 4.0, entre elas: sistemas e dispositivos industriais personalizados, interconexão de máquinas, automação, transferência segura de dados e o controle de sistemas efetuados em modo remoto.

Em resumo, pode-se dizer que o Java é uma ferramenta versátil que pode desempenhar um papel fundamental na automação e na melhoria de processos nos setores industrial e empresarial. “Pela reconhecida capacidade dessa linguagem de desenvolver aplicativos seguros, eficientes e escaláveis, Java acaba por se tornar uma escolha popular para empresas que buscam aprimorar suas operações e permanecer competitivas no mercado”, opina Ferraz.

Capacitação em Java
Se há tantas possibilidades de trabalho com a linguagem Java, é igualmente verdade que o profissional que quiser se aproveitar delas deve estar preparado. Além dos cursos mais básicos de fundamentos de Java, existem diversas opções adicionais que podem aprimorar ainda mais as habilidades e conhecimentos nesse tipo de linguagem e suas áreas relacionadas. Abaixo, Aroldo Ferraz traz algumas recomendações para quem deseja seguir se aprimorando:

  • Java Avançado: que aborda tópicos como programação orientada a objetos, programação concorrente, manipulação avançada de exceções e técnicas de otimização de código;
  • Desenvolvimento Web com Java: essencial para os interessados em criar aplicativos web, cobrindo pontos como servlets, JavaServer Pages (JSP), frameworks de desenvolvimento web como Spring e Hibernate, e construção de APIs RESTful;
  • Desenvolvimento de Jogos com Java: explorando a criação de jogos 2D e 3D usando bibliotecas Java dedicadas a jogos, como a libGDX;
  • Desenvolvimento de Aplicativos Móveis com Java: para a criação de aplicativos Android;
  • Desenvolvimento de APIs com Java: que ensina como projetar, criar e documentar APIs eficazes em Java, com foco em RESTful APIs;
  • Desenvolvimento de Aplicações Empresariais com Java: para quem deseja se concentrar no desenvolvimento de aplicativos empresariais.

“É importante lembrar que a escolha do curso depende dos interesses e objetivos pessoais de cada um. Se você ainda não tem certeza do caminho a seguir, é uma boa ideia explorar diferentes áreas e, eventualmente, focar em uma que mais lhe agrade”, conclui o instrutor.